Logo O POVO Mais
Esportes

Baixa de Benevenuto na Copa do Brasil faz Fortaleza ter novo trio de zaga contra São Paulo

Sem o camisa 5, que já disputou o torneio pelo Botafogo-RJ, Juan Pablo Vojvoda escolherá Jackson ou Matheus Jussa para formar a retaguarda do Leão no duelo de ida das quartas de final
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Jackson foi o substituto de Benevenuto nas partidas anteriores pela Copa do Brasil
 (Foto: Staff Images/Copa do Brasil)
Foto: Staff Images/Copa do Brasil Jackson foi o substituto de Benevenuto nas partidas anteriores pela Copa do Brasil

A retomada da disputa da Copa do Brasil no calendário do Fortaleza significa um desfalque certo para o técnico Juan Pablo Vojvoda: o zagueiro Marcelo Benevenuto, que já atuou na atual edição do torneio pelo Botafogo-RJ. A ausência na defesa força o comandante a escalar um novo trio de zaga diante do São Paulo, amanhã, às 21h30min, no Morumbi, pelas quartas de final do torneio.

Benevenuto é o jogador mais assíduo do Fortaleza no Campeonato Brasileiro e foi titular em todas as 17 rodadas. Portanto, desde que o treinador argentino fixou o 3-5-2 e definiu um time-base, o camisa 5 só não atuou nos confrontos do mata-mata nacional — os duelos contra o Ceará, pela terceira fase, e CRB-AL, pelas oitavas de final.

Em cada Clássico-Rei, no início de junho, o Tricolor teve uma peça diferente ao lado de Tinga e Titi. No empate em 1 a 1, o escolhido foi o lateral-esquerdo Bruno Melo, que atuou pelo lado esquerdo do setor e deixou o zagueiro de ofício mais centralizado. Já no triunfo por 3 a 0, a função ficou a cargo do volante Matheus Jussa.

Nas duas vitórias (2 a 1 e 1 a 0) sobre o Galo da Pajuçara, o Leão teve outro zagueiro de ofício na vaga de Benevenuto: Jackson foi escolhido como titular e fez o papel de líbero. A opção pelo camisa 4, inclusive, deixou claro o cenário na disputa por posição na defesa e motivou o zagueiro Juan Quintero a buscar novos rumos — o colombiano foi emprestado ao Juventude-RS.

Nessas quatro partidas da Copa do Brasil, o Fortaleza levou dois gols: um do Vovô e outro do time alagoano. Além das formações diferentes na defesa, também houve troca na meta. Felipe Alves disputou as duas partidas contra o Alvinegro, enquanto Marcelo Boeck foi o goleiro diante do CRB-AL.

Para o confronto de ida contra o time paulista, Vojvoda deve optar por Jackson ou Matheus Jussa. O estilo técnico do zagueiro agrada ao treinador, enquanto o perfil marcador do volante pode ser valorizado para o embate fora de casa. No empate em 1 a 1 com o Juventude-RS, no último sábado, 21, pela Série A, Jussa ocupou o posto de Titi, poupado, e formou trio com Tinga e Marcelo Benevenuto.

Além de Titi, o meia Matheus Vargas também foi preservado da maior parte do jogo em Caxias do Sul (RS) visando a Copa do Brasil e deu lugar a Romarinho no setor de armação. A dupla retorna à equipe na companhia do ala-direito Yago Pikachu, que cumpriu suspensão automática e foi substituído por Bruno Melo — Lucas Crispim passou para a faixa direita do campo.

"Eu sempre me entrego ao máximo e como o Vojvoda sempre pede para ser intenso no quesito de marcação, para não dar espaço para o adversário, essa função acaba me exigindo e acabo chegando menos no ataque, mas sempre em benefício à equipe. Nunca vou pensar somente no Matheus Vargas, e sim no Fortaleza", disse o próprio camisa 96.

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"