Esportes

Ceará mira 1º triunfo como visitante na Série A diante do Grêmio, ex-clube de Tiago Nunes

Na estreia do técnico, que comandou o time gaúcho no início deste ano, Vovô almeja vitória em Porto Alegre (RS) para se livrar do segundo pior aproveitamento fora de casa no Brasileirão
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Técnico Tiago Nunes oriente elenco do Ceará
 (Foto: Felipe Santos/CearaSC.com)
Foto: Felipe Santos/CearaSC.com Técnico Tiago Nunes oriente elenco do Ceará

Após intervalo de exatas duas semanas, o Ceará voltará a campo diante do Grêmio-RS no próximo domingo, 12, às 11 horas, em Porto Alegre (RS), com uma missão na estreia do técnico Tiago Nunes, que encontrará o ex-clube: além de tentar quebrar a sequência de quatro jogos sem vencer, a equipe de Porangabuçu almeja o primeiro triunfo como visitante na atual edição do Campeonato Brasileiro.

O Alvinegro ainda tem uma partida pendente do primeiro turno, diante do Palmeiras-SP, mas já realizou todos os nove confrontos fora de casa. Foram seis empates e três derrotas, com aproveitamento de 22,2%, o segundo pior entre os visitantes da competição — empatado com o Santos-SP e à frente apenas da lanterna Chapecoense-SC.

O último compromisso no Brasileirão, inclusive, foi longe de Fortaleza: revés por 2 a 0 para o América-MG, em Belo Horizonte (MG), que culminou na demissão de Guto Ferreira. De lá para cá, Tiago Nunes assumiu o comando e deu início aos trabalhos com a missão de dar nova cara ao time e obter melhor rendimento em campo após a série de dois resultados negativos e dois empates.

O primeiro duelo do gaúcho de 41 anos será justamente contra um velho conhecido. Após o início de sucesso no Athletico-PR e a passagem atribulada no Corinthians-SP, o treinador chegou ao Tricolor Imortal em abril deste ano para substituir o ídolo Renato Gaúcho e ficou apenas 74 dias no cargo.

Foram dez triunfos, cinco empates e cinco derrotas em 20 jogos. Conquistou o título do Campeonato Estadual, garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil e teve a melhor campanha na fase de grupos da Copa Sul-Americana, mas amargou a lanterna do Campeonato Brasileiro. Agora sob a batuta de Felipão, o Grêmio-RS é apenas o 19º colocado, com 16 pontos — em que se pese ter dois jogos a menos que a maioria dos rivais.

"A gente conhece bastante da característica individual dos atletas que estão lá, trabalhamos com eles a característica emocional também. Foi um grupo que me acolheu muito bem, fui muito bem recebido por aqueles atletas. Mas o contexto coletivo hoje é outro, o Felipão está lá fazendo o desenvolvimento do seu trabalho com outras ideias, outras escalações, com três ou quatro reforços que chegaram, jogadores que vieram para mudar a característica da equipe. Então ao mesmo tempo que ajuda por conhecer muito da individualidade, a gente vai ter que voltar a estudar os jogadores por ter esse novo formato coletivo", ponderou Nunes, na primeira entrevista coletiva em Porangabuçu.

O embate em Porto Alegre, válido pela 20ª rodada da Série A, também será a oportunidade de o Vovô melhorar o aproveitamento diante das equipes do Z-4. Até agora, a única vítima foi justamente o time azul, preto e branco do Rio Grande do Sul: triunfo por 3 a 2 na Arena Castelão, pela primeira rodada. Depois disso, o Ceará empatou sem gols contra Chapecoense-SC e Sport-PE e perdeu para o América-MG.

"É uma equipe que, a exemplo do Ceará, está pressionado para buscar mais, está pressionada para sair da zona de rebaixamento. O segundo turno é muito mais duro do que o primeiro, porque todas as equipes estão disputando algo: a conquista do título, a vaga na Libertadores, Sul-Americana ou briga para fugir da zona da degola. Está todo mundo pressionado nesse momento, e os jogos tomam cada vez mais uma característica de decisão. Vai ser um jogo duríssimo, e a gente vai dar o máximo para estudar eles bem e tentar tirar proveito do que puder fazer lá", frisou Tiago Nunes.

Made with Flourish
Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais