Esportes

Fortaleza visita o Sport para voltar a vencer na Série A

FORTALEZA NÃO VENCE HÁ SEIS JOGOS NA PRIMEIRA DIVISÃO E VISITA O SPORT COM A MISSÃO DE TRAZER OS TRÊS PONTOS CONTRA O PIOR ATAQUE DO TORNEIO
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Lateral-direito Tinga em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)
Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC Lateral-direito Tinga em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici

Em confronto nordestino, Tricolor encara Rubro-Negro na Arena Pernambuco e mira fim de jejum no Brasileirão para seguir no G-4. Tinga e Felipe retornam à equipe

Longe de casa, diante de um adversário frágil e com a necessidade de voltar a vencer para seguir no G-4, o Fortaleza entra em campo hoje contra o Sport-PE, a partir das 18h15min, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata/PE, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na quarta colocação da Série A, com 33 pontos, o Tricolor não obtém um resultado positivo na competição há seis jogos - três empates e três derrotas em sequência. O último triunfo foi há exatos 50 dias: 3 a 2 sobre o Palmeiras-SP, no Allianz Parque, em 7 de agosto.

Os tropeços fizeram a equipe do Pici perder uma posição na tabela, mas ainda dependendo apenas das próprias forças para seguir entre os quatro primeiros colocados. No pior cenário da rodada, cairia para a quinta posição, ultrapassado pelo RB Bragantino-SP; na projeção mais positiva, passaria o Flamengo-RJ e subiria para terceiro. Há também a possibilidade de manter o atual lugar.

O rival nordestino também amarga jejum no Brasileirão. A última vitória do Rubro-Negro de Recife foi em 1º de agosto, quando bateu o Bahia por 1 a 0, em outro confronto regional. Desde então, foram quatro reveses e três igualdades, o que fez o Leão da Ilha cair para a penúltima posição - a seis pontos de distância da primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

O time comandado pelo paraguaio Gustavo Florentín tem o pior ataque da elite nacional, com apenas oito gols marcados em 21 jogos - passou em branco em 14 partidas ao longo do certame. Por outro lado, tem a segunda defesa menos vazada, com 18 tentos sofridos - mesmo número de Corinthians-SP, Flamengo-RJ e Grêmio-RS.

Dono do quinto melhor ataque da Série A, com 29 bolas nas redes, o Fortaleza tenta superar os problemas de pontaria apresentados nos últimos jogos - sobretudo nas derrotas para Atlético-MG e Internacional-RS, nas quais passou em branco - para reencontrar o caminho das vitórias.

"A equipe do Sport é qualificada, com grandes jogadores, independentemente do momento que está passando e onde está na colocação, tem todo nosso respeito. Sem dúvidas vamos para o jogo com a equipe deles bem estudada. Então temos que tomar cuidado porque jogo assim é muito mais difícil pela situação deles, vão tentar ganhar de qualquer forma da nossa equipe. Temos que ir lá e fazer o que a gente vem fazendo nos jogos, mas conquistar o resultado positivo", alertou o meia Lucas Lima, que já defendeu o time pernambucano.

Para o compromisso na Arena Pernambuco, o técnico Juan Pablo Vojvoda volta a contar com o lateral-direito e zagueiro Tinga, que cumpriu suspensão, e o volante Felipe, recuperado de lesão no tornozelo. O camisa 2 assume o posto de Daniel Guedes, enquanto o meio-campista entra no lugar de Matheus Jussa. Em contrapartida, o atacante David fica fora do confronto em razão do cartão vermelho recebido contra o Inter.

Já o Sport-PE não terá o zagueiro Rafael Thyere, suspenso, o que abre espaço para a entrada de Pedro Henrique. O volante Zé Welison, ausente do último duelo por questões contratuais, e o meia Thiago Lopes e o atacante Tréllez, recuperados de lesões, voltam a ser opções para Florentín.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais