Esportes

Atlético-CE e Ferroviária decidem amanhã vaga na Série C 2022

Jogo de ida terminou empatado em 1 a 1. Uma vitória simples de qualquer equipe garante o acesso e vaga na semifinal da Série D. Partida será no estádio Fonte Luminosa, em Araraquara
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Atlético-CE e Ferroviária ficaram no 1 a 1 na ida, no Domingão, em Horizonte (Foto: Kelly Pereira/ FC Atlético Cearense)
Foto: Kelly Pereira/ FC Atlético Cearense Atlético-CE e Ferroviária ficaram no 1 a 1 na ida, no Domingão, em Horizonte

Em busca do acesso inédito para a Série C, o Atlético Cearense precisa de uma vitória simples amanhã, às 15 horas, diante da Ferroviária-SP, para conquistar a sonhada vaga na Terceirona. No primeiro confronto entre as equipes, o empate em 1 a 1 prevaleceu no estádio Domingão, em Horizonte (CE). Desta vez, no jogo da volta, a Águia da Precabura irá até o estádio Fonte Luminosa, em Araraquara (SP) em busca da vitória. Em caso de nova igualdade no placar, a disputa irá para os pênaltis.

A Ferroviária costuma ser um adversário difícil quando atua como mandante. Contando primeira, segunda e terceira fases, foram nove jogos da Ferrinha no estádio Fonte Luminosa, com sete vitórias, uma derrota e um empate, totalizando 88% de aproveitamento.

Ciente da dificuldade que irá encontrar em Araraquara, o técnico Raimundo Wágner escalou uma equipe reserva na última quarta-feira, 13, no estádio Barradão, em Salvador (BA), para o jogo diante do Jacuipense-BA, válido pela fase preliminar da Copa do Nordeste 2022, com o objetivo de preservar fisicamente os atletas titulares. A Águia da Precabura foi derrotada por 1 a 0 e não tem mais chances de disputar o torneio regional na próxima temporada.

Por outro lado, a ausência da Copa do Nordeste pode ser suprida por um eventual acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Caso suba de divisão, o Atlético-CE irá se unir a outros dois cearenses que disputam o torneio: Ferroviário e Floresta. O clube ganha, também, um calendário mais robusto, maior visibilidade e aumento das receitas financeiras.

"A expectativa está lá em cima. O jogo aqui foi 1 a 1, sabemos da qualidade da Ferroviária, mas sabemos da nossa capacidade também. Temos que chegar lá, desempenhar um bom trabalho, fazer um grande jogo e, se Deus quiser, conseguir o acesso, que será muito importante pra gente, pro grupo e pro clube, que vai ganhar calendário. Podemos fazer história", disse o meio-campista Dudu Itapajé.

Para a partida, o técnico Raimundo Wágner deve manter a mesma base utilizada no primeiro encontro das equipes. O Atlético-CE deve ir a campo, portanto, com um 4-3-3 formado por Carlão; Gustavo Silva, Edgar, Waldson e Daniel; Bruno Nascimento, Caio Acaraú e Dudu Itapajé; Claudivan, Ewerton Potiguar e Erick Pulga.

Já o treinador Elano Blumer — ex-jogador que fez sucesso no Santos e até na seleção brasileira — terá o retorno do meio-campista Ian Luccas, que volta após cumprir suspensão automática no primeiro jogo. A Ferroviária deve ser escalada no 3-5-2 formado por Saulo; Bernardo, Gustavo Medina e Léo Rigo; Marquinhos, Bruno Santos, Ian Luccas; Léo Castro e Júlio Victor; Gleyson e Bruno Leonardo.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais