Esportes

Governo libera e Ceará aumenta carga de ingressos para jogo com Bragantino

A partir de hoje, jogos de futebol podem acontecer com até 30% da capacidade do Castelão preenchida e a partir do próximo fim de semana a capacidade pula para 50%
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Contra o Internacional, Ceará pôde ocupar 10% da capacidade do Castelão
 (Foto: Aurelio Alves)
Foto: Aurelio Alves Contra o Internacional, Ceará pôde ocupar 10% da capacidade do Castelão

Com o sucesso dos eventos-testes para retorno dos torcedores ao Castelão, limitados a 10% da capacidade do estádio, o Governo do Estado anunciou ontem, por meio do próprio governador Camilo Santana (PT), a ampliação da permissão de presença de público na praça esportiva para 30% da capacidade total do equipamento.

Diante disso, o jogo de amanhã, entre Ceará e RB Bragantino, que comportaria até 6.328 torcedores, ganhou autorização para receber até 18.985 mil alvinegros. As condições para ir ao estádio são as mesmas dos protocolos anteriores, mesmo os eventos não sendo mais considerados testes.

"Permanece o mesmo protocolo, a única coisa que modificou foi os 30%. Ainda é exigido as duas doses (da vacina contra a Covid-19) ou a dose única da Janssen", esclareceu Veridiano Pinheiro, diretor de promoções e atividades sociais do Ceará, em entrevista ao programa Trem Bala, da rádio O POVO CBN.

O dirigente, aliás, disse que o anúncio muito próximo ao jogo não causa nenhuma correria no clube para adaptação à nova realidade de oferta de espaço. "Por conta do protocolo, nós tínhamos preparado uma operação para um evento com casa cheia, em relação a estafe e estrutura, porque tenho que abrir o estádio todo. E, com isso, iremos ampliar todos os setores”, explicou.

Desta forma, o sócio que gostaria de assistir ao jogo de um setor específico, mas teve de fazer check-in em outro devido ao esgotamento de espaço no primeiro, terá a possibilidade de remarcar o lugar. O número de ingressos também vai ser ampliado. A diretoria quer sentir a demanda para saber exatamente qual será o aumento de carga para venda avulsa. Os bilhetes tem preço cheio variando de R$ 80 a R$ 150.

Para os alvinegros que estão tendo problemas com a anexação do comprovante de vacinação na plataforma digital, para fazer o check-in ou comprar ingressos, Veridiano sugeriu procurar as lojas do clube para obter ajuda. “Para o torcedor que esteja com dificuldade de fazer pela internet, anexar o comprovante da segunda dose, que também foi estendido agora para o Vacina Já, procure a partir de amanhã qualquer atendimento de nossas lojas ou atendimento de WhatsApp (do sócio-torcedor) que nós iremos ajudar você porque nós queremos vocês perto da gente", disse.

Os ingressos são nominais e é necessário levar documento com foto para apresentar na entrada. Crianças seguem proibidas de irem ao estádio.

A porcentagem liberada de 30% vai crescer ainda mais, para 50%, a partir do próximo sábado, 23. A confirmação também foi feita pelo governador. Em nota oficial, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) sublinhou a liberação parcial.

"O Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus no Ceará autorizou a realização de eventos esportivos com limite de 30% do público, desde que sejam respeitados os protocolos sanitários específicos. A persistência de um cenário mais controlado dos indicadores de Covid-19 no Estado e o monitoramento de eventos testes em jogos de futebol nortearam a decisão do Comitê”.

Valores dos ingressos e portões de acesso:
Premium - Não terá venda;
Bossa Nova (Inf. Central): R$ 150 (Inteira) / R$ 75 (meia); Portão I
Superior Central: R$ 120 (Inteira) / R$ 60 (meia); Portão H
Superior Norte: R$ 100 (Inteira) / R$ 50 (meia); Portão R
Superior Sul: R$ 100 (Inteira) / R$ 50 (meia); Portão F
Inferior Norte: R$ 80 (Inteira) / R$ 40 (meia); Portão Q
Inferior Sul: R$ 80 (Inteira) / R$ 40 (meia); Portão C

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais