Esportes

Ferroviário e Floresta ficam no 0 a 0 na ida por vaga na Copa do Nordeste 2022

Decisão ficou para o Castelão, na terça-feira, sem vantagem para nenhuma das equipes. Ontem, no Carlos de Alencar Pinto, as duas equipes fizeram um jogo abaixo da expectativa
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Floresta e Ferroviário disputam vaga na Copa do Nordeste 2022.  (Foto: Lenilson Santos/Ferroviário AC)
Foto: Lenilson Santos/Ferroviário AC Floresta e Ferroviário disputam vaga na Copa do Nordeste 2022.

Ferroviário e Floresta deixaram para decidir a vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2022 no jogo da próxima terça-feira, no Castelão. Ontem, no Carlos de Alencar Pinto, ninguém se arriscou e faltou pontaria nas poucas chances reais de gols que surgiram na partida. Assim, prevaleceu o 0 a 0.

Quase todas as chances foram do Ferroviário. Diante de um Floresta que claramente esperava por um erro do adversário, o time coral tomou as rédeas da partida e teve mais volume de jogo, mas não chegou a fazer pressão no Lobo. Tanto que o goleiro Douglas Dias não fez nenhuma defesa difícil.

Há de se mencionar também o bom preenchimento do Floresta no campo de defesa, diminuindo os espaços dos atletas do Ferroviário. Ainda assim, o Tubarão teve algumas oportunidades. A primeira foi aos 10 minutos, quando Gabriel Silva escapou pela esquerda e recebeu lançamento. Ele cruzou rasteiro para o meio da área, procurando Clisman, mas o jovem atacante chegou um pouco atrasado e tentou um desvio de trivela, mas o goleiro Rafael estava muito em cima e fez a defesa.

Mais tarde, aos 25, Lázaro tentou arriscar de fora da área, mas apenas assustou a meta coral. Pouco depois, Gabriel Silva apostou corrida com o marcador e invadiu a área pela esquerda. Na linha de fundo ele finalizou e acertou a lateral da rede, por fora. Ainda teve uma bola de Thiaguinho para Cariús, deixando o centroavante de frente para o gol, na reta final do primeiro tempo, porém a posição era irregular e o camisa 9 foi mal na conclusão.

Na etapa complementar, a qualidade da partida caiu mais ainda. O panorama do jogo era o mesmo, mas o Floresta conseguiu o que tanto esperava: uma falha do Ferroviário. Aos 10 minutos, o goleiro Rafael foi sair jogando e deu passe longo para Richardson, porém sem força. Paulo Vyctor se antecipou e tomou a posse. Ele invadiu a área e ainda fintou o zagueiro, que voltou para tentar consertar. De perna esquerda, na grande área, o atacante alviverde finalizou para fora.

Os dois técnicos foram fazendo modificações e Anderson Batatais, do Ferroviário, colocou Wandson na vaga de Gabriel Silva. O camisa 20 entrou com vontade e participou de dois lances em sequência. No primeiro, foi à linha de fundo e rolou para trás, fazendo Thiaguinho pegar de primeira, mas a bola foi cortada por um defensor. Depois, o próprio Wandson experimentou de longe e levou perigo.

Nos minutos finais, o técnico do Tubarão ainda foi expulso, por ter ofendido o árbitro da partida. Ele ficará de fora do duelo de volta, no Castelão, quando a torcida coral deverá estar presente. Com o empate sem gols, a decisão está totalmente aberta. Quem vencer se classifica e um empate leva a decisão para os pênaltis.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais