Logo O POVO Mais
Farol

Cariri e Norte registram aumento de casos e óbitos por Covid-19

|Pandemia | Em 2021, os casos estão mais presentes em residentes do interior, indica Boletim Epidemiológico da Sesa
Edição Impressa
Tipo Notícia

Enquanto Fortaleza agrupa a maioria de casos confirmados e óbitos por Covid-19 no Ceará, é o interior do Estado que tem apresentado aumento nos indicadores. As regiões Norte e Cariri são as mais afetadas, com crescimento nos casos e mortes pela doença. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), divulgado na sexta-feira, 4.

Segundo o documento, a região Norte registrou aumento de 1,2% nos casos e 20,4% nos óbitos, enquanto o Cariri registrou aumentos de 2,6% e 15,2%, respectivamente. O crescimento é em relação às semanas epidemiológicas 17 e 18 (25 de abril a 8 de maio de 2021) e 19 e 20 (9 a 22 de maio). Vale destacar que a Sesa não considera os dados da última semana epidemiológica (22 a 29 de maio), por causa do atraso na digitação nos sistemas oficiais, o que pode comprometer as análises.

No Cariri, por exemplo, a reabertura das atividades comerciais está menos avançada que nas outras macrorregiões. Enquanto o restante do Estado amplia horário de funcionamento dos restaurantes e do toque de recolher, o Cariri segue com mais restrições das atividades não essenciais.
Além disso, os casos confirmados têm ocorrido majoritariamente entre os residentes do interior (67,4%) no ano de 2021 - o valor equivale a 655.703 cearenses com exame positivo para Covid-19 entre janeiro e maio deste ano.

No entanto, o boletim destaca que, apesar dos cenários no Norte e no Cariri, o interior em geral tem apresentado reduções de casos e óbitos entre as semanas analisadas. O mesmo é válido para Fortaleza. Mais detalhadamente, o documento indica que a Região de Saúde de Fortaleza reduziu em 17,6% os casos novos, mas manteve a taxa de óbitos - nesse período, foram 154 vítimas pela doença na região.

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"