Jully Lourenço

Acordei e não tinha mais Instagram

Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Ponto de vista (Foto: Reprodução/johannagoodman.com)
Foto: Reprodução/johannagoodman.com Ponto de vista

Quantas vezes, por falta de atenção, o celular logado na rede social caiu bem na sua cara, estapeando-lhe, porém ignorou? Quantas vezes, gente grande perdeu a noção das 24 horas, não conseguindo dormir? Quantas vezes, ao acordar na noite, por acaso, foi lá e deu aquela conferida novamente, atrapalhando sua mente? Quantas vezes, ao acordar, olhou primeiro o Instagram? Quantas vezes, dando-se conta, continuou rolando o feed onde deveria estar (presente)? Quantas vezes, na sede de registrar tudo, comeu frio, porque nenhuma foto do prato ficou perfeita para o post, quando simulou tudo, parecendo mais bonito e apetitoso? Quantas vezes já deixou alguém esperando porque estava ocupada ou ocupado editando uma foto ou vídeo, que não iria dizer da sua verdadeira sensação; sempre para mais? Quantas vezes consumiu um "publi" que não informava que era? Quantas vezes se viu pressionada, pressionado por não ter um perfil ativo, engajado, como se não existisse fora dali? Quantas vezes já postou algo e se sentiu "nu" pelo o que revelou? Quantas vezes julgou a própria aparência, atrás de beauties intagramáveis, que só comprando e olhe lá? Quantas vezes deixou de reconhecer alguém por excesso de filtros; mas caminha igual, pior, omitindo-se a si? Quantas vezes? Quantas? Vi e vivi, por isso agora nada. Experimento os primeiros dias de jejum da forma mais libertadora possível. Não sei se a quarentena agravou, mas já vinha em análise sobre isso há muito mais tempo. Tempo suficiente para entender o que é melhor para mim no momento. Mas e você com isso? Nada também. Compartilho uma visão. Aqui eu sei que sim. Lá é que não sabia mais. Como pode você se achar criativa salvando mil e uma fotos e vídeos, totalmente aleatórios, regulados por "gostos" e algoritmos, tudo muito pronto e congelado, com fio plástico por cima? Questionei. Questionei mais uma vez, para ter certeza. E é disto: as realidades individuais se tornaram cada vez mais excessivas com o aprofundamento do digital em nosso cotidiano - quiçá em isolamento. Tudo cansou. Cansou a moda, cansou a beleza lá; apesar de ambas continuarem, por alguns poucos porta-vozes, empática, porque, em sua maioria, sabemos. Muitas questões, como a parte boa aos negócios... Mas não se divida, ou sim. Sacuda-se, que já está bom. A reflexão - e mais importante - é ter ciência das casas onde além da roupa e aparência, deseja morar, e como (!). Novos caminhos a trilhar. Sem Instagram pessoal, sendo uma pessoa aqui "fora". Prazer!

 

Giro

Em xeque

Sequência do Black Lives Matter (em português: "Vidas Negras Importam"): "Gigantes da beleza se curvam para pressionar loções para clarear a pele. É suficiente?".  Via The Business of Fashion (BoF), ultimamente, leitura semanal. 

Rústico e sustentável

Camisa Cândida Lopes, que tem um coração (realista!) no bolso, contornado à mão, em tecido 100% rami. À venda no lojacenaautoral.com. Ainda de lá: apoio para celular, da Wood Retrôfit, produzido com madeira de descarte. R$ 30. Suporte para fone no perfil on-line da marca.

Que tipo de fome você tem?

Lembrete de cá "praí": "O comer emocional é quando a comida se torna uma válvula de escape ou um sistema de alívio instantâneo para um, ou vários sentimentos." "Ele pode até trazer uma euforia momentânea, mas curar não vai." Quem orienta é a nutricionista Adriana Stavro.

Aproveitando

Ouça uma música. Durma. Leia um livro. Organize seu armário. Medite. Faça um curso on-line.

Escalda pés

Basta uma bacia com água quente, sal grosso e algumas gotas de óleo essencial de lavanda, pés submersos por aproximadamente 15 minutos e pronto. Extra: o óleo de lavanda pode ser utilizado para acalmar os nervos, relaxar os músculos e facilitar o sono. Recebi da Mahogany.

EXTRA EXTRA

"Semana Digital da Moda Masculina de Paris terá 68 eventos"; "Câmara da Moda Italiana revela programação da temporada digital de Milão com 39 eventos". Deu náuseas. Só me atentei aos números. E aí?

Roupas do amanhã

Não serão da Balmain Sur Seine, exceto as luvas.

A Cor do Ano 2020

PANTONE 19-4052 Classic Blue. Que acertada! A ficha caiu 2.

 

Contém vitamina E em sua fórmula (ação antioxidante)
Contém vitamina E em sua fórmula (ação antioxidante)

Testado: Nova linha Face, de Cetaphil

Conta com três itens, incluindo fotoproteção (color adapt), para todos os tipos de pele. O primeiro é a Espuma de Limpeza Suave, com válvula espumadora, que além de facilitar o processo, proporciona uma experiência de cuidado profissional; a espuma é aerada, levemente cremosa, para ser massageada. Ao enxaguá-la, eis a sensação: um rosto limpo e hidratado ao mesmo tempo. Na etapa seguinte: Hidratante Facial Diário com Ácido Hialurônico, de textura tão leve, que chega a ser refrescante; absorção rápida, não oleosa. O aplicador também é prático, com trava. São sem perfume e valem o investimento. Nota: conclua uma rotina para entrar em outra. Também, se possível (apenas se possível), seguindo as orientações de combate à pandemia, poderá repassar o que não mais lhe servir antes de consumir algo novo.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais