Politica

Atos foram registrados em 19 estados e no Distrito Federal

Pelo Brasil. Mapa dos protestos
Edição Impressa
Tipo Notícia

Houve registros de atos ontem em 19 estados e no Distrito Federal. Na pauta, um apelo ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) para que vete integralmente a lei de abuso de autoridade, já aprovada pelo Congresso e que agora depende apenas da sanção para entrar em vigência. Outros temas abordados foram o impeachment do ministros do STF, Dias Toffoli (atual presidente) e Gilmar Mendes, além do apoio a Sergio Moro, devido às denúncias contra ele, da época em que atuou como juiz na operação Lava Jato.

Na manifestação de São Paulo, que aconteceu na avenida Paulista, faixas e cartazes apoiavam o ministro da Justiça, Sergio Moro, que sofre desgaste no governo, e mandaram recado direto ao presidente Jair Bolsonaro: "veta tudo". "Existem alguns políticos que a gente torce para que mudem o Brasil que estão caindo nesta roubada. Bolsonaro não pode continuar se aproximando de (David) Alcolumbre (presidente do Senado, do DEM-AP) e do (Dias) Toffoli (presidente do Supremo Tribunal Federal)", disse Rogério Chequer, fundador do Vem Pra Rua.

No Rio de Janeiro houve tumulto e o humorista Marcelo Madureira teve que sair escoltado pela Polícia Militar do ato na praia de Copacabana, no Rio, por fazer críticas ao governo Bolsonaro. Do alto do carro de som, ele foi alvo de gritos de "fora" e "desce, teu carro é outro".(com agências)

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais