Politica

Ao lado de Doria, Camilo lidera em engajamento nas redes sociais

Reação ao "gripezinha" de Bolsonaro foi post do governador do Ceará com maior interação em um ano. O petista fica em primeiro no Instagram
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Bloco de opositores a Bolsonaro, como o governador Camilo Santana, tem gerado maior engajamento nas redes sociais (Foto: Júlio Caesar)
Foto: Júlio Caesar Bloco de opositores a Bolsonaro, como o governador Camilo Santana, tem gerado maior engajamento nas redes sociais

O governador Camilo Santana (PT) está na parte de cima da tabela como dos mais relevantes do País em matéria de redes sociais. Os dados são referentes a 1º de março de 2020 até a mesma data deste ano. Foram levantados pelo MonitoraBR. No Instagram, o petista lidera. Saiu de 272,6 mil para 934,1 mil, ou seja, deu salto de 661,4 mil.

No recorte que envolve esse aplicativo, o cearense é seguido por outros opositores do presidente Jair Bolsonaro: o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Romeu Zema (Novo-MG) e Helder Barbalho (MDB-PA) formam o top cinco.

Zema guarda alinhamento em relação ao presidente. Barbalho se guia numa linha de mais independência, criticando ações na condução da pandemia, por exemplo.

"Os governadores tornaram-se os porta-vozes das ações do Covid. Medidas restritivas, dados sobre a situação da pandemia e recentemente a distribuição das vacinas fizeram parte das estratégias de comunicação dos governadores, o que atraiu o cidadão", explica ao O POVO Leonardo Alegri, CEo do MonitoraR.

No recorte que mede interações no Facebook, Camilo fica atrás de João Doria (PSDB). No Instagram, lidera. As palavras mais citadas no Facebook: "saúde", "coronavírus", "pandemia", "covid", "leitos". O post que mais rendeu, em um ano, foi no dia 24 de março, ao comentar pronunciamento no qual o Bolsonaro falou em "gripezinha."

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais