Logo O POVO Mais
Politica

Deputado do PT diz ter chegado a hora de "mandar os Ferreira Gomes às cucuias"

Discurso trocado. Tensão aumenta
Edição Impressa
Tipo Notícia

Em meio ao clima de instabilidade na relação entre PT e PDT, os dois maiores partidos da aliança que governa o Ceará, o deputado federal José Airton (PT) foi mais uma vez enfático na defesa do rompimento da aliança com o grupo liderado pelos irmãos Ciro e Cid Gomes. Para ele, as sucessivas críticas movidas pelo candidato a presidente contra os petistas tornam o consórcio insustentável. Nas palavras dele, já era para o PT tem rompido a aliança e "mandado os Ferreira Gomes para as cucuias".

"Eu acho que é uma tremenda covardia o que a gente está sendo submetido a esse tipo de ataques constantes, covardes, não só dele, mas do Cid, que chamou os petistas de babacas, do irmão Ivo, que atacou de forma cruel o presidente Lula, alegando que para se diferenciar do presidente Lula bastava ser honesto", opinou o militante.

"Então, eu penso que é uma questão de algo inacreditável que nós estamos assistindo e, por mim, e essa é minha posição pública, o PT já tinha rompido essa aliança e mandado os Ferreira Gomes para as cucuias há muito tempo, porque eles só se elegeram, diga-se de passagem, graças ao apoio do PT, na primeira eleição do Cid, em 2006", complementou. 

Para Airton, não são isoladas as declarações de Ciro Gomes contra o PT, mas reflexo do pensamento do grupo político que ele lidera, com as "raras e devidas exceções que, a meu ver, é incompatível o PT ficar numa relação dessa sendo constrangido constantemente."

Na última segunda-feira, 30, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou que são "absolutamente intoleráveis" os recados enviados por petistas de que preferem a governadora Izolda Cela ao ex-prefeito Roberto Cláudio para a disputa ao Executivo estadual.

Essa notícia foi relevante pra você?