Reportagem

Protocolo orienta que comícios e carreatas sejam evitados no CE

Sesa. Eleições 2020
Edição Impressa
Tipo Notícia Por

Elaborado e divulgado apenas no dia 9 de outubro, duas semanas depois do início da campanha política das eleições de 2020, o conjunto de recomendações sanitárias da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) orienta que candidatos evitem "comícios, caminhadas, carreatas e reuniões com grande número de pessoas".

Em todo o estado, porém, há relatos de eventos de campanha em desconformidade com as regras. No último fim de semana, O POVO recebeu informações sobre atos com aglomerações em Tauá, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Palmácia e outros municípios.

De acordo com a cartilha da Sesa, porém, é importante "se dar preferência à realização de 'livemício' e criação de comitês virtuais, ou ainda utilizar o formato drive-in, seguindo os protocolos gerais para a atividade".

O documento, disponibilizado pela pasta na Internet, informa ainda que os "candidatos deverão fazer opção por campanhas através de aplicativos, redes sociais e evitar o compartilhamento de informes publicitários impressos, tais como cartilhas, jornais, folders, santinhos etc."

No Estado, o governador Camilo Santana (PT) anunciou que as autoridades acompanhavam com atenção a evolução dos dados de Covid-19 e que, por isso, o Ceará continuaria na etapa 4 do programa de retomada das atividades econômicas e sociais.

Nos últimos dias, em Fortaleza, ao menos um candidato à Prefeitura e apoiadores contraíram a infecção, além do próprio governador. Ontem, o ex-ministro Ciro Gomes, do mesmo grupo político de José Sarto, do PDT, anunciou que tinha se infectado pela doença.

Mesmo na Capital, as medidas de segurança têm sido atropeladas em boa parte da agenda dos candidatos, seja na falta de uso de máscaras ou nas aglomerações. (Henrique Araújo)

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais