Logo O POVO Mais
Reportagem

Facção carioca desponta como autora de maior número de homicídios denunciados

Territorialidade.
Edição Impressa
Tipo Notícia

Grupo criminoso que atua em mais comunidades no Estado, conforme investigações da Polícia Civil, o Comando Vermelho (CV) aparece como a facção com mais menções nas denúncias de homicídios localizadas no levantamento de O POVO. São, ao todo, 43 crimes que teriam sido praticados por integrantes do grupo carioca. A maior rival do CV vem logo adiante, tendo sido mencionada em 33 denúncias.

Novidade, porém, nessa guerra que já é registrada há anos no Estado é o surgimento de uma nova organização. Conhecida como "Neutros" ou "Massa Carcerária", esse novo ator surgiu a partir de um racha dentro do CV e logo passou a rivalizar, principalmente, com os antigos aliados. Foram 12 os assassinatos praticados pelo novo grupo que tiveram denúncia ofertada pelo Ministério Público Estadual (MPCE), conforme levantamento de O POVO.

A região mais atingida foi a Grande Messejana, em bairros como Curió, José de Alencar e Cajazeiras. Mas o conflito também se estendeu à Sapiranga, onde resultou em uma chacina que deixou cinco mortos na Noite de Natal. Os criminosos, conforme a investigação, seriam "neutros" e praticaram o crime como forma de impor o novo domínio à região.

Fortaleza, aliás, registrou duas das sete chacinas ocorridas no Estado em 2021. Além da Chacina da Sapiranga, a outra chacina ocorrida na Capital no ano que passou também teve como pano de fundo a rivalidade entre as facções. Em 25 de abril, no bairro Barroso, quatro pessoas foram mortas a tiros por integrantes do Comando Vermelho apenas por morarem em uma área dominada pela GDE.

Entre as facções que atuam no Estado, o Primeiro Comando da Capital (PCC), teve o menor registro de atuação em homicídio nas denúncias localizadas por O POVO, com três casos, o que corrobora com relatos policiais de que é a facção commenos presença em comunidades da Capital.

Essa notícia foi relevante pra você?