Vida & Arte

Blocos começam a se preparar para o Carnaval de 2022 em Fortaleza

Blocos como Camaleões do Vila, Pra Quem Gosta e Bom e Luxo da Aldeia retomam gradualmente ensaios e se preparam para Carnaval de 2022 em Fortaleza. Secultfor planeja divulgar edital, mas ainda não informou datas
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
FORTALEZA, CE, BRASIL, 05-11.2021: Camaleões do Vila ensaiando no Reggae Club proximo do Dragão do Mar. Vida&Arte está produzindo pauta sobre a preparação dos blocos pro Carnaval 2022. Camaleões do Vila já estão com os ensaios a pleno vapor.. em epoca de COVID-19. (Foto:Aurelio Alves/ Jornal O POVO) (Foto: Aurelio Alves)
Foto: Aurelio Alves FORTALEZA, CE, BRASIL, 05-11.2021: Camaleões do Vila ensaiando no Reggae Club proximo do Dragão do Mar. Vida&Arte está produzindo pauta sobre a preparação dos blocos pro Carnaval 2022. Camaleões do Vila já estão com os ensaios a pleno vapor.. em epoca de COVID-19. (Foto:Aurelio Alves/ Jornal O POVO)

"A vida nas horas que cansa/ Sempre é bom/ Quando aparece um Carnaval", versou Fagner na canção "Um ano a mais" (2006). Carnaval em Fortaleza é beijo na boca da Cidade: descobre-se o outro no abraço unido por suor, cerveja, música e serpentina; percorre-se do Benfica à Praia de Iracema pelo Centro; asfalto e areia se confundem sob os pés que dançam. No início do mês de novembro, a Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) divulgou a possibilidade de realização do Pré-Carnaval e do Carnaval de 2022 mediante a queda no número de casos de Covid-19 na Capital — com o avanço na vacinação e as condições sanitárias adequadas, o folião já pode sonhar com as fantasias.

O aval para a realização do evento faz parte de avaliação do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, autoridade sanitária responsável pela decisão. Segundo o secretário da Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, editais para a realização da festa de 2022 estão planejados. “Eu já autorizei a nossa equipe da Secultfor para começar a elaborar os editais, para que a gente ganhe tempo e, no momento em que o comitê decidir, nós estaremos prontos para lançarmos e realizarmos um grande Pré-Carnaval na cidade de Fortaleza”, informou à pasta. As datas de lançamentos dos editais e detalhamentos sobre formatos, no entanto, ainda não foram anunciadas.

Integrante da diretoria do bloco Camaleões do Vila, Camila Grangeiro relembra os impactos da pandemia no grupo: "A escolinha ficou suspensa, os ensaios também, mas a diretoria sempre estava virtualmente conversando. A gente perdeu um ritmista da cuíca para a Covid-19, então todo mundo ficou muito triste, muito abalado. Alguns ritmistas também perderam familiares, então a gente sofreu muito juntos com essas pessoas. Mas estamos aqui na esperança de dias melhores". Com a retomada das atividades, o bloco voltou a ensaiar. "Recentemente, a gente conversou com os ritmistas para saber se todos se sentiam seguros, o pessoal já estava todo vacinado e aí o retorno foi mais tranquilo. A gente voltou a ensaiar em um local aberto, de máscara, foi um sucesso. Já tem muita gente perguntando quando a escolinha retornará e a gente está se programando para o próximo ano, mas a gente está vendo a possibilidade de fazer algo ainda em 2021 se as coisas continuarem melhorando. Avaliamos uma retomada segura dentro do protocolo, tudo mais seguro possível", adianta.

"No começo da pandemia, os blocos assinaram um manifesto no qual se comprometeram que só teria pré-Carnaval quando tivesse vacina. Como isso agora é uma realidade, o Carnaval é um futuro bem próximo. Nossa esperança é fazer o samba do Camaleões do Vila com muita alegria", continua Camila. Vocalista do bloco Pra Quem Gosta é Bom, o músico Marcos Romano ressalta que o grupo também pretende participar do circuito carnavalesco de Fortaleza em 2022. "A retomada está sendo gradual. Com a liberação de algumas atividades pelo governo e autoridades sanitárias, nós tivemos um primeiro ensaio em local aberto, com distanciamento e utilização de máscara. Esse primeiro ensaio foi mais um reencontro nosso... Cerca de dois meses depois, fizemos um segundo ensaio nas mesmas condições e iniciamos uma conversa sobre o Pra Quem Gosta é Bom para o 2022", compartilha.

O bloco Pra Quem Gosta é Bom planeja retomar os ensaios quinzenais, mas Romano ressalta que 2022 ainda é uma questão incerta para os grupos carnavalescos. "Nós temos observado o que vem acontecendo, acompanhado as notícias… O Réveillon está por sair e, provavelmente, vai ser uma experiência que vai abrir as portas ou não para o Carnaval. Temos nos preparado e pensado em duas formas distintas dessas apresentações do bloco na vivência do pré-carnaval: uma estrutura caso seja um evento fechado e outra caso seja aberto". Sobre o tema do grupo — que emprestou o verso "Você tem poder para mudar o mundo" da banda Baiana System no último Carnaval — para 2022, o vocalista mantém suspense: "Na última sexta-feira, batemos o martelo para o tema do Pra Quem Gosta é Bom de 2022. Queremos continuar exatamente na mesma pegada do acolhimento, do amor, do respeito… Estamos muito conscientes de que vai ser um um pré-Carnaval diferente, nós tivemos muitas perdas nesta pandemia e queremos tratar esse momento com muito respeito. Em breve, vamos falar sobre o tema e deixar que tudo aconteça da forma mais respeitosa e cuidadosa com todo mundo".

abrir

Mateus Perdigão, músico do bloco Luxo da Aldeia, confirma o interesse do grupo em participar do próximo Carnaval. "O edital saindo, nossa intenção é realizar a inscrição. Se as apresentações vão acontecer, depende de responsabilidades do poder público, de quem está tocando e de quem vai participar da festa. A gente está se planejando para tudo: para ter, para não ter, para ter pela metade. As condições sanitárias estão melhorando — não acabou a pandemia, mas isso em si já deve ser comemorado mais que o próprio anúncio de um pré ou de um Carnaval. Só ter a possibilidade de poder dançar em algum lugar já é um alívio, uma felicidade grande".

"O cenário está otimista, mas não é algo definitivo ainda. Acredito que o Governo do Estado e a Prefeitura devem monitorar com muita atenção, já que não é uma festa como o Réveillon, por exemplo — o Réveillon tem uma grande proporção, mas é muito diferente do contato no Carnaval: é muito próximo, a galera se beija, se abraça, há uma circulação muito grande pela Cidade, são outras dinâmicas. Estamos atentos a esse monitoramento. Em minha leitura do cenário, acredito que o Carnaval de 2022 terá um formato diferente, talvez não sejam quatro finais de semana de pré, somente dois… Enfim, são possibilidades. O Luxo voltou a se encontrar, estamos reprogramando as atividades ao longo de novembro e dezembro. Decidimos que, até o final deste ano, o bloco não vai se apresentar porque ainda achamos muito arriscado pelo estilo de música. Imaginando o melhor cenário possível, com boa parte da população já vacinada, pode ter certeza que vai ser o melhor Carnaval que já existiu. Não tenho nem dúvidas, a gente já percebe essa vontade de festa, de encontro após tantos transtornos e perdas. Se tudo der certo, será o melhor Carnaval — quem viu, viu", finaliza Mateus.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais