Logo O POVO Mais
CIDADES

Vacinação infantil: Fortaleza terá mutirão de cadastramento de crianças de 5 a 11 anos

Em Fortaleza, 19,5% das crianças de 5 a 11 anos foram cadastradas para a vacinação contra a Covid-19. No Ceará, taxa é de 20%
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
EM TRÊS DIAS de atendimento, os novos centros de testagem atenderam 1.033 pessoas com suspeita de Covid-19 (Foto: FERNANDA BARROS)
Foto: FERNANDA BARROS EM TRÊS DIAS de atendimento, os novos centros de testagem atenderam 1.033 pessoas com suspeita de Covid-19

Até o momento, Fortaleza tem apenas 19,5% da quantidade estimada de crianças de 5 a 11 anos cadastrada para a vacinação contra a Covid-19. Para acelerar a vacinação desse público, o prefeito José Sarto anunciou mutirão de cadastramento para quem não tem acesso à internet. A partir desta sexta-feira, 14, haverá pontos de cadastro instalados nas Secretarias Regionais, terminais de ônibus e Centros de Referência de Assistencia Social (CRAs), com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Na Capital, a estimativa populacional nessa faixa etária é de 283.806 habitantes. Desse total, apenas 55.617 realizaram o cadastro na plataforma Saúde Digital, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) para receber o imunizante, conforme balanço parcial até essa quarta-feira, 12. Os detalhes foram informados em transmissão ao vivo nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira, 13.

Segundo o prefeito, os pontos de cadastramento serão os seguintes: 12 Secretarias Regionais; quatro Cucas (Barra do Ceará, Jangurussu, José Walter e Mondubim); Centro Cultural Canindezinho; 27 Centro de Referência de Assistência Social (CRAs); três Centros de Cidadania e Direitos Humanos (Cristo Redentor, Conjunto Palmeiras e Conj. Ceará); quatro terminais de ônibus (Messejana, Papicu, Antônio Bezerra e Parangaba.

Conforme Sarto, boa parte do público total está presente na rede municipal de educação. A partir disso, agentes escolares de Fortaleza e outros profissionais estão realizando uma busca ativa de alunos da rede municipal nessa faixa etária e que ainda não estão cadastrados para receber a vacina. Além disso, os profissionais irão auxiliar as famílias nesse processo de cadastramento do público infantil.

A secretária de saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, destacou que a criança estando cadastrada, e o município recebendo as vacinas pediátricas, imediatamente a Secretaria da Saúde de Fortaleza (SMS) iniciará o processo de agendamento do público cadastrado.

“Iniciaremos pela faixa etária de 11 anos e vamos decrescendo até chegar aos 5 anos. É muito importante que você fique atento porque fazemos os agendamentos e publicamos listas no site da Prefeitura. E também é possível fazer a consulta no site do "Vacine Já"”, ressaltou a titular da SMS.

O primeiro lote de vacinas pediátricas da Pfizer, com 55.100 doses, tem previsão de chegada para a madrugada dessa sexta, conforme o Ministério da Saúde. 

Cadastros no Ceará

Mais de 183 mil crianças de 5 a 11 anos estão cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), para receberem a vacina contra a Covid-19 no Ceará. A informação foi divulgada pelo governador Camilo Santana, em publicação nas redes sociais nessa quinta.

Com isso, o Estado superou a marca de 20% de cearenses nessa faixa etária aptos a receberem o imunizante da Pfizer. A vacinação infantil contra a Covid-19 está prevista para começar até este fim de semana. Ao todo, o Estado tem 904 mil crianças de 5 a 11 anos.

Camilo voltou a reforçar a necessidade de os pais realizarem o cadastro das crianças "o quanto antes" na página vacinacaocovid.saude.ce.gov.br. "As vacinas pediátricas da Pfizer devem chegar amanhã cedo ao Ceará e a imunização das nossas crianças será iniciada até este fim de semana. Juntos vamos superar essa pandemia! #VacinasSalvamVidas", escreveu ele.

O cadastro para a vacinação de crianças contra a Covid-19 no Ceará foi aberto no dia 16 de dezembro, mesma data em que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso do imunizante da Pfizer no grupo de 5 a 11 anos.

 

Testes

A Moderna disse esperar ter dados sobre os testes de seu imunizante com crianças de 2 a 5 anos em março. Se os dados forem promissores, a Moderna poderá entrar com pedido de autorização para aplicar a vacina em crianças menores

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"