Politica

Após acordos, 24 municípios do Interior decidem aderir ao lockdown

| Ceará | Além das decisões realizadas em bloco, o Governo do Estado deve trabalhar junto com a Aprece para promover diálogos com cada macrorregião de saúde do Estado.
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
FORTALEZA, CE, BRASIL, 18.05.2020: Lojas fechadas no centro de Fortaleza durante Lockdown-. (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FÁBIO LIMA)
Foto: FÁBIO LIMA FORTALEZA, CE, BRASIL, 18.05.2020: Lojas fechadas no centro de Fortaleza durante Lockdown-. (Fotos: Fabio Lima/O POVO)

Além de Fortaleza, outros 24 municípios do Ceará já decidiram adotar o lockdown como medidas de isolamento social mais rígidas, após reunião de ontem entre gestores municipais.

O objetivo é conter o avanço da Covid-19 diante do risco de colapso do sistema de saúde. O último bloco de municípios a anunciar a medida, na tarde dessa quinta-feira, 4, inclui Sobral e outras 17 cidades da Zona Norte do Estado.

Na região, as restrições mais severas para circulação de pessoas e funcionamento de atividades econômicas começam a valer a partir da próxima segunda-feira, 8. A decisão estipula que somente serviços classificados como essenciais poderão funcionar, como supermercados e farmácias.

Recuo no Sertão Central

Também nessa quinta-feira, mais cedo, dez municípios que compõem o Consórcio de Saúde Pública do Sertão do Ceará definiram pelo lockdown a partir já desta sexta-feira, 5. 

De acordo com a Prefeitura de Quixadá, todos os prefeitos da região estiveram reunidos durante a manhã e decidiram, coletivamente, que adotariam as mesmas medidas rígidas de isolamento anunciadas pelo governador Camilo Santana (PT) em Fortaleza. No entanto, no fim da noite, os chefes dos executivos dos dez municípios voltaram atrás e desistiram de implantar o lockdown.


Caucaia

Em outras regiões, medidas restritivas foram tomadas. O prefeito de Caucaia, Vitor Valim (Pros), por exemplo, divulgou série de medidas que serão adotadas para conter o avanço do novo coronavírus.

Por enquanto, o gestor descartou a possibilidade de lockdown no município, mas antecipou que, a partir de hoje, vai ampliar o horário do toque de recolher, das 18h às 5 horas, até o próximo dia 18 de março. Segundo a Prefeitura, todos os dias, o funcionamento do comércio ficará permitido até as 15 horas.

 

Cariri

Em entrevista à Rádio CBN Cariri, o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), afirma que não pretende decretar o bloqueio e as restrições mais severas na região. O Crato, por enquanto, segue o mesmo caminho. "Caso seja necessário medidas mais duras, nós iremos tomar. Mas iremos tomar no momento que o caso requeira. Por enquanto está dando para manter o ritmo", comenta Glêdson.

De acordo com informações dadas pelos IntegraSUS, a região está em nível moderado de incidência de casos de Covid-19 por dia/100 mil habitantes e em alerta alto para o percentual de leitos UTI-Covid ocupados.

Maracanaú define hoje

Via assessoria de imprensa, a Prefeitura de Maracanaú informou que deve anunciar as medidas nesta sexta-feira. No município da Região Metropolitana, a incidência de casos é de 4.769,5, com 10.869 pessoas infectadas e 293 óbitos até o fim da tarde desta quinta-feira, 5.

Reunião com Aprece

Ainda ontem, Camilo Santana esteve reunido com o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Júnior Castro (PDT), o secretário da Saúde (Sesa) do Ceará, Dr. Cabeto, e o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), Evandro Leitão (PDT).

O objetivo foi traçar recomendações de isolamento social rígido aos municípios em situação mais grave. Após discussões, os gestores planejam que os diálogos devem ocorrer com cada macrorregião de saúde do Estado.

"A gente vai decidir dentro das macrorregiões quais medidas que a gente vai adotar para evitar que, na mesma região, tenhamos posições diferentes que podem complicar e dificultar o cumprimento dos decretos por parte da população”, afirmou Castro.

Segundo ele, a ideia é incluir até aqueles municípios que estão fora da taxa de risco alto ou altíssimo para Covid-19, como é o caso de Russas, Pereiro, São João do Jaguaribe e Alto Santo.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais