Logo O POVO Mais
Politica

Izolda sobre assumir governo em abril: "Já estou considerando isso"

Em entrevista ao O POVO, vice-governadora já admite "alta probabilidade" de assumir o Palácio Abolição
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
IZOLDA é uma das pré-candidatas 
do PDT ao Governo (Foto: Thais Mesquita)
Foto: Thais Mesquita IZOLDA é uma das pré-candidatas do PDT ao Governo

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), declarou haver uma “probabilidade importante” de que ela venha a assumir o Governo do Ceará a partir de abril deste ano, período no qual o governador Camilo Santana (PT) teria que se desincompatibilizar do cargo para disputar uma vaga ao Senado Federal nas eleições de outubro próximo.

“Há uma probabilidade importante. Já estou considerando isso (assumir o governo)”, disse em entrevista ao O POVO durante a inauguração do Centro Integrado Multifuncional (CIM) do Corpo de Bombeiros, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza.

De acordo com Izolda, Camilo tem uma “convocação” natural para continuar servindo ao Ceará em outras instâncias, no caso o Legislativo Federal. “É uma liderança que se firma cada vez mais”.

Izolda reforçou que apesar da “alta probabilidade” de governar o Estado de abril até o fim do mandato, em dezembro, ocupar o cargo não estava inicialmente em seus planos. Ela disse ainda que acolherá a missão, caso se concretize, com “responsabilidade e fé nas equipes” que compõem o governo. “Se estamos no serviço temos que estar preparados”, concluiu.

Cela também comentou as críticas e cobranças feitas por alas do PT para que o governador Camilo reveja a aliança com o PDT no Estado. “Compartilho da visão do governador de que precisamos agregar forças para servir à população e isso precisa de amplitude e grandeza”.

Na última quinta-feira, 27, o deputado federal José Airton (PT) argumentou que a aliança entre as legendas no Ceará é desfavorável aos petistas. "Se dentro do governo do PT nós somos excluídos, somos segregados, imagine no governo do PDT", pontuou o parlamentar que reconheceu avanços da gestão Camilo, mas cobrou maior alinhamento do gestor.

Sobre a declaração, Izolda disse que defende a manutenção da aliança PDT-PT em eventual governo comandado pelos pedetistas, que devem indicar a cabeça de chapa do grupo governista na disputa estadual deste ano.

“É muito importante a parceria com o PT ao longo dos últimos anos. Eu vejo isso em Sobral, minha cidade, onde há bons anos isso acontece e aqui no Ceará também. Acho desejável que a aliança permaneça”, pontuou.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"