Foto de Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Redator do blog e coluna homônimos, diretor de Jornalismo da Rádio O POVO/CBN e CBN Cariri, âncora do programa O POVO no Rádio e editor-geral do Anuário do Ceará

Reajuste negativo e risco de bola de neve

Mas o que as empresas considerariam razoável? No dizer de executivos do setor, uma compensação entre os anos. Por exemplo, em vez da redução, aumento zero este ano e em 2022 abater estes - 8,19% do que deverá ser concedido. Caso venha a ser definido 15%, ficaria cerca de 7%. Noutros termos, alertam que o alívio de agora na fatura poderá virar uma pancada muito forte em 2022
Tipo Notícia
Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus. (Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC)
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus.

 

A decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de aplicar reajuste anual negativo nos planos de saúde individuais e familiares, de - 8,19%, assombrou as operadoras. As empresas até já tinham acordado do sonho de ter no máximo reajuste zero. Faziam projeções de -6%. Ante a redução, se manifestaram via Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge). Dizem que vão esperar a Nota Técnica para entender como essa conta foi feita. Mas já avisam que em 2022 o impacto virá, por conta do aumento das despesas na segunda onda da Covid-19.

Mas o que as empresas considerariam razoável? No dizer de executivos do setor, uma compensação entre os anos. Por exemplo, em vez da redução, aumento zero este ano e em 2022 abater estes - 8,19% do que deverá ser concedido. Caso venha a ser definido 15%, ficaria cerca de 7%. Noutros termos, alertam que o alívio de agora na fatura poderá virar uma pancada muito forte em 2022.

No dia 11 de maio, sob o título "Planos de saúde: sem aumento ou mais baratos em 2021, a Coluna ouviu de um executivo do setor: "Vai ser muito difícil politicamente as operadoras conseguirem algum reajuste para o individual esse ano. Se conseguir ser nulo já vai ser ponto positivo". E um cenário antevisto era uma queda de braço no corporativo, pois operadoras iriam procurar compensar o reajuste do individual. Aliás, os planos atingidos pela redução são minoria. Apenas 18,7%, segundo o Instituto Brasileiro de defesa do Consumidor (Idec).

As empresas se queixam das dores na segunda onda da pandemia. Há mais pacientes jovens e com maior tempo de internação, o que implica custo muito maior. Em 2021, as operadoras já não têm o mesmo fôlego porque os procedimentos eletivos voltaram a subir, depois de um 2020 com poucos procedimentos. Ao mesmo tempo, emergiram os custos com a Covid-19.

Para reforçar a tese, um estudo da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) demonstrara o aumento significativo de usuários internados e a disparada de preços de medicamentos, além de insumos usados nos tratamentos. As internações são mais prolongadas e os insumos subiram, afora o custo da internação de Covid-19 em UTI.

Esta manhã, no programa O POVO no Rádio, na rádio O POVO CBN (95.5 FM, AM 1010, Facebook do O POVO e da O POVO CBN e no Youtube do O POVO), o presidente da ANS, Rogério Scarabel, conversa sobre a decisão do reajuste negativo. Começa às 9 da manhã.

BANCO

CAF elege colombiano como novo presidente

O colombiano Sergio Díaz-Granados é o novo presidente-executivo do CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). Assume o cargo em 1º de setembro, por um período de 5 anos. O nome foi aprovado pelo Conselho de Administração. CAF tem a Prefeitura de Fortaleza como cliente. O Parque Rechel de Queiroz é feito com empréstimo do Banco.

PM

Raio permanente e Ronda extinto, mas não precisava

A aprovação pela Assembleia Legislativa do projeto de lei oriundo do Palácio da Abolição a alterar o Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas, o CPRaio, tornando-o permanente na estrutura da Polícia Militar, faz lembrar o extinto Ronda do Quarteirão. Em resumo, era policiamento com foco no conceito de policia comunitária, plenamente conciliável com a natureza do Raio. Mas a PM mais M não quis e o Governo tampouco.

A dianteira do veículo apresenta faróis com iluminação full-LED(Foto: Renault/Reprodução)
Foto: Renault/Reprodução A dianteira do veículo apresenta faróis com iluminação full-LED

LANÇAMENTO

Novo Captur começa em R$ 125 mil

O novo Renault Captur 2022 tem design externo renovado e motor turbo TCe (Turbo Control Effiency) 1.3 flex, com 170 cv de potência. Tem três versões que vão de R$ 125 mil a R$ 138.500. O Captur obteve nota A no selo do programa brasileiro de etiquetagem do Inmetro. Com gasolina, o consumo na estrada é de 12 km/l e na cidade de 11,1 km/l.

SAFADÔMETRO

Veneno das redes sugere safadeza na vacina

A ser confirmada a aparente aplicação indevida da vacina contra a Covid-19 em Thyane Dantas, esposa do intérprete Wesley Safadão, será um caso daqueles de encher o peito de vergonha. E caso tenha sido mesmo o que está sugerido, estaremos diante de um veneno auto inoculado. Foi a postagem em redes sociais o indício a chamar a atenção do público. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) anunciou processo administrativo para averiguar.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais