Regina Ribeiro
clique para exibir bio do colunista

Regina Ribeiro é jornalista e leitora voraz de notícias e de livros. Já foi editora de Economia e de Cultura do O POVO. Atualmente é editora da Edições Demócrito Rocha

Opinião

Nem Mano nem Bolsoflix. Não é bolha ao avesso que cala o bolsonarismo

Será que a criação de uma rede de compartilhamento de conteúdos será mesmo capaz de fazer frente ao método bolsonarista das redes sociais ou será apenas mais uma bolha?

Baixei o aplicado Mano, que traz a TV Bolsonaro e uma miríade de sites e conteúdos de acordo com a visão bolsonarista do mundo e o pior, do que acontece no Brasil. O agrupamento caótico de coisas que, às vezes, me parecem sem pé nem cabeça, tem coerência estreita e exclusiva com o que a família Bolsonaro fala e acredita.

Para se contrapor ao Mano, surgiu o Bolsoflix, o site de conteúdo anti-bolsonarista. Em matéria publicada na Folha de S. Paulo sobre o veículo, os responsáveis, que permanecem anônimos, concordam que usam táticas bolsonaristas na veiculação das peças e vídeos publicados no site e disponíveis para compartilhamento. Da receita conhecida e agressiva de gestão das mídias sociais bolsonaristas, porém, eles afirmam rejeitar a manipulação da informação e o uso dos robôs para impulsionar o conteúdo.

O Mano arregimenta veículos formais alinhados ao governo e outras experiências de produção de conteúdo que se pode chamar sem medo de cometer injustiça ou erro de uma grande celeuma. É um amontoado de opinião pronto para ser compartilhado sem nenhuma reflexão ou autocrítica. O negócio é defender Bolsonaro, sua família, seus ministros, suas decisões questionáveis. Funciona como um pântano de areia movediça ou uma caverna com pouco ar em circulação.

Hoje (ontem), por exemplo, muitos posts no Mano defendiam o decreto do presidente que impede as empresas de mídias sociais de excluírem conteúdo considerado enganoso. O discurso é um só: Bolsonaro “ataca a censura das redes sociais”.

Quanto ao site Bolsoflix, o conteúdo é de melhor qualidade, a produção de vídeos mais bem elaborada, mas isso não me faz achar que é uma boa saída ao Mano. Bolsoflix também é capaz de encerrar uma criatura num contexto único e ao invés de esclarecer o que está acontecendo, apenas reproduzir o conceito e a tática bolsonarista. O Bolsoflix alcançará o gueto do Mano? Muito pouco provável.

"O Brasil precisa de menos bolhas e mais explosão de pensamento. Já temos bolhas demais. Elas só fortalecem as fissuras sociais que atingiram de um jeito ou de outro a cada um de nós."

O Brasil precisa de menos bolhas e mais explosão de pensamento. Já temos bolhas demais. Elas só fortalecem as fissuras sociais que atingiram de um jeito ou de outro a cada um de nós. Para se contrapor a Bolsonaro, não é possível ser como ele nem no uso das mídias. Mesmo sem robôs. Pra mim, o bolsonarismo tem como armas a preguiça mental e a estreiteza intelectual, típicas de uma bolha. Não importa qual a pretensão que ela tenha.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais