CIDADES

Quase 2 mil alunos da educação de jovens e adultos não se matricularam para estudar em 2021

Na rede estadual, a participação de estudantes do Ensino de Jovens e Adultos na nível médio ficou em torno de 70% em 2020
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
FORTALEZA, CE, 02-03-2021: Reportagem sobre educação do EJA na pandemia. Na foto, a personagem Paloma Vianco, que cursa enfermagem na UNIFOR. Edson de Queiroz, Fortaleza. (BARBARA MOIRA/ O POVO.) (Foto: BARBARA MOIRA)
Foto: BARBARA MOIRA FORTALEZA, CE, 02-03-2021: Reportagem sobre educação do EJA na pandemia. Na foto, a personagem Paloma Vianco, que cursa enfermagem na UNIFOR. Edson de Queiroz, Fortaleza. (BARBARA MOIRA/ O POVO.)

Registros parciais apontam para 8.916 estudantes no Ensino de Jovens e Adultos (EJA) na rede municipal de ensino de Fortaleza para o ano letivo de 2021. O número é menor em 1.912 alunos comparado ao total matriculado em 2020, quando 10.828 estavam no sistema de acompanhamento de alunos da Secretaria Municipal de Educação (SME), queda de 17,6%.

Desse total, 6.255 eram do sexo feminino e 4.573 do masculino. Em relação à idade, 2.467 educandos estavam na faixa etária entre 15 e 17 anos; 2.696 tinham 18 a 25 anos; 1.157 entre 26 e 35 anos; 1.740 na faixa entre 36 a 45 anos; 1.685 alunos tinham 46 a 55 anos; 867 entre 56 e 65 anos; e 22 estudantes tinham mais de 65 anos. A SME não decompôs a idade dos estudantes em 2021 no Município.

“As matrículas da modalidade para este ano continuam abertas e ocorrem em qualquer uma das escolas dos polos de EJA. Vale destacar que as matrículas ficam abertas durante todo o ano”, reforçou a SME. A Pasta completou ainda que, “em enfrentamento à pandemia da Covid-19, as aulas estão acontecendo de forma remota, com o suporte e acompanhamento das unidades de ensino”.

O órgão informou que, para enfrentar o abandono escolar, desenvolveu sistema próprio de acompanhamento diário da frequência do alunado. Os dados auxiliam as estratégias de Busca Ativa na rede. Trabalho intersetorial também é executado entre secretarias municipais e estaduais, além do Ministério Público do Ceará (MPCE).

“Para o desenvolvimento deste trabalho, a Secretaria contratou seis articuladores e 36 agentes educacionais ligados ao Programa Busca Ativa, que fortalecem a ação com visitas domiciliares, monitoramento e protocolos, nos seis Distritos de Educação. Neste sentido, vale frisar que, mesmo no período de execução das atividades domiciliares, a Busca Ativa Escolar continua atuando, monitorando a participação dos alunos na realização das atividades em domicílio e apoiando a efetivação da aprendizagem.”

Na rede estadual de ensino, conforme a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc-CE), os dados de matrículas estão em fase preliminar. Por isso, ainda não é possível apresentar os números consolidados de 2021. Ano passado, conforme o órgão estadual, o Ensino de Jovens e adultos reuniu 56.493 alunos durante o ano. A participação ficou em torno de 70%.

“Esse percentual é considerado adequado, tendo em vista o cenário da pandemia e a orientação do Parecer do CEE (Conselho Estadual de Educação) nº 299/2020, sobre uma frequência mais flexível, considerando a situação de cada região”, avalia a Seduc em nota. 

Elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), dados preliminares do Censo , divulgados em 31 de dezembro de 2020, indicam redução acentuada na Educação de Jovens e Adultos no último ano. Aproximadamente 270 mil estudantes deixaram de frequentar as salas de aulas. Comparado a 2019, a queda foi de 8,3%. No EJA do nível fundamental o declínio foi de 9,7%, cerca de 187,4 mil matrículas. No nível médio, -6,2% ou 83,5 mil registros a menos.

No total, são pouco mais de 3 milhões de educandos matriculados no EJA em todo o País, sendo 1,750 milhão no ensino fundamental e 1,252 milhão no médio. A região Nordeste concentra 41% desses estudantes. No Ceará, estavam 158,6 mil discentes.

No fundamental, o total de registros era de 93.557. O estado era responsável por 18.525, os municípios por 72.973 e 2.088 estavam vinculados à rede privada. No nível médio, no total, havia 65.056 estudantes registrados. Na esfera federal, 138. Na estadual, 54.352. Nos municípios, 7.445, na privada: 3.121. As informações do INEP são parciais, com dados coletados até o primeiro semestre do ano de referência.

COMO SE MATRICULAR NO EJA

Adultos, idosos ou jovens com mais de 15 anos que não tenham concluído o ensino fundamental têm a oportunidade de dar continuidade aos estudos na Rede Municipal de Ensino de Fortaleza. Acima de 18 anos, o alunado deve matricular-se na rede estadual.

O Município oferta prioritariamente no turno da noite, horário mais propício aos que mantêm alguma ocupação profissional durante o dia. A população de Fortaleza conta com 87 polos de EJA, que possibilitam o aprendizado da alfabetização ao 9º ano.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que garante o direito à escolarização básica, em igualdade de condições para um público diferenciado: jovens e adultos.

OS CURSOS DA EJA TÊM DURAÇÃO DIFERENCIADA, OU SEJA:

- Ensino Fundamental - duração de 2 anos consecutivos e 1.600 h/a;

Turmas e séries da modalidade:

- EJA I (Alfabetização ao 2º ano)

- EJA II (3º ao 5º ano)

- EJA I I I (6º e 7º ano)

- EJA I V (8º e 9º ano)

- Ensino Médio - EJA Qualificação Profissional - duração de 2 anos letivos.

Em ambos os casos, os cursos ultrapassam o ano civil.

EJA 2020 EM NÚMEROS

Faixa etária

Brasil

Até 14 anos
12.698

15 a 17 anos
434.639

18 a 19 anos

498.898

20 a 24 anos
296.620

30 a 34 anos

237.986

35 a 39 anos

227.134

40 anos ou mais
47.296


Nordeste

Até 14 anos
9.699

15 a 17 anos
193.897

18 a 19 anos
188.531

20 a 24 anos
223.628

25 a 29 anos
103.525

30 a 34 anos
92.396

35 a 39 anos
93.237

40 anos ou mais
335.417

Ceará

Até 14 anos
614

15 a 17 anos
15.417

18 a 19 anos
16.178

20 a 24 anos
30.684

25 a 29 anos
18.903

30 a 34 anos
16.061

35 a 39 anos
13.479

40 anos ou mais
47.296

Sexo e Cor/Raça


Brasil

Feminino

Total: 1.480.561
Não declarado: 503.646
Branca: 260.172
Preta: 84.916
Parda: 614.177
Amarela: 4.870
Indígena: 12.780

Masculino
Total: 1.522.188
Não declarado:510.555
Branca: 262.062
Preta: 92.493
Parda: 640.296
Amarela: 4.494
Indígena: 112.288

Ceará

Feminino
Total: 80.466
Não declarada: 22.340
Branca: 6.331
Preta: 1.131
Parda: 49.932
Amarela: 193
Indígena: 539

Masculino
Total: 78.166
Não declarado:20.713
Branca: 6.068
Preta: 1.384
Parda: 49.298
Amarela: 162
Indígena: 541

 (FONTE: CENSO ESCOLAR 2020/INEP)

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais