Esportes

Clássico-Rei será disputado no melhor momento de Ceará e Fortaleza na Série A

Pela primeira vez desde que os dois estão juntos na elite do futebol nacional, Alvinegro e Tricolor se enfrentam com ambos na primeira metade da tabela
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Ceará e Fortaleza farão o quinto confronto em Série A em pontos corridos
 (Foto: Aurelio Alves)
Foto: Aurelio Alves Ceará e Fortaleza farão o quinto confronto em Série A em pontos corridos

O duelo entre Ceará e Fortaleza é sempre um jogo especial. Quando acontece na Série A do Campeonato Brasileiro, ganha ainda mais brilho. O Clássico-Rei de amanhã à noite no Castelão, porém, será ainda mais reluzente, pois os rivais vão se enfrentar em momento de auge na competição.

Será uma batalha do sétimo contra o terceiro colocado da elite nacional, situação impensada mesmo no terceiro ano consecutivo dos dois juntos na Série A. Nas outras quatro vezes que Vovô e Leão jogaram na divisão principal do Campeonato Brasileiro, os dois sequer se encontravam na primeira metade da classificação.

Em 2019, Ceará e Fortaleza eram 13º e 14º, respectivamente, nas duas vezes em que fizeram o clássico, ambos na briga contra o rebaixamento. Já no ano passado, no jogo de ida, o Alvinegro era o 10º e o Tricolor o 13º. Na partida de volta as colocações estavam invertidas, enquanto as brigas variavam em contra a degola e por vaga na Copa Sul-Americana.

Além das duas equipes viverem bom momento, outros aspectos tornam o Clássico-Rei de amanhã atrativo até mesmo para quem “não tem um cavalo nessa corrida”. O primeiro deles é o fato de ambos sustentarem sequências que chamam atenção e ressaltam o bom momento.

O Fortaleza vem de quatro vitórias consecutivas e, jogando no Castelão, independentemente da condição, não perde há 20 partidas. O Ceará sustenta invencibilidade de nove partidas, todas na Série A. Quanto ao Clássico-Rei em si, cinco foram realizados neste ano e nenhum foi vencido pelo Vovô até agora. Ou seja, tricolores querem estender essa escrita, enquanto alvinegros visam quebrá-la.

Mais que voltar a sentir o gosto de ganhar do rival, uma vitória do Ceará amanhã poderia colocá-lo no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores. Seria também a consolidação da reação do time após um início turbulento na competição e aumentaria bastante a confiança para as próximas rodadas. Derrubar a boa fase do rival não desagrada.

Para o Fortaleza, mais três pontos o fazem chegar à marca dos 30, que ele nunca conseguiu no primeiro turno da Série A — e está será ainda a 14ª rodada —, o que significa uma consolidação ainda maior no G-4. Uma ampliação das marcas que sustenta fará o Tricolor acreditar mais ainda em si. E pode ainda abrir 11 pontos do maior rival.

No caso de haver um vencedor na partida, se o time derrotado for o Tricolor, as consequências devem ser mínimas. Primeiramente porque não perderá nenhuma posição, em segundo lugar porque não haverá tempo de lamentação, já que três dias depois tem decisão pela Copa do Brasil e em terceiro porque o Leão já perdeu duas vezes na Série A e não se abalou em nenhum momento.

Já se o Ceará sair de campo com derrota, o máximo que pode acontecer é perder algumas posições e, claro, aumentar a insatisfação do torcedor por não vencer mais um Clássico-Rei. No entanto, a não ser em caso de resultado incomum, o clima interno não deverá ser muito afetado.

O empate pode não ter gosto para nenhum dos dois, mas pelo menos renderia mais um ponto para ambos. Economia agora rende um fim de Brasileirão mais tranquilo, o que é o objetivo primordial de ambos.

Made with Flourish
Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais