Politica

Valim e Glêdson terão opositores à frente dos respectivos legislativos

| Caucaia e Juazeiro do Norte | Com ampla oposição nas cadeiras da Câmara Municipal, Vitor Valim e Glêdson Bezerra prometem buscar harmonia entre os Poderes
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
VALIM promete buscar diálogo com o Legislativo (Foto: FCO FONTENELE)
Foto: FCO FONTENELE VALIM promete buscar diálogo com o Legislativo

Os dois maiores municípios do Ceará depois de Fortaleza, Caucaia e Juazeiro do Norte, compartilham um cenário político semelhante após o resultado das urnas e a posse dos eleitos. Ambos os prefeitos, Vitor Valim (Pros) e Glêdson Bezerra (Podemos), terão de lidar com casas legislativas que lhes são majoritariamente opositoras

A vitória apertada de ambos nas eleições - que contrariou prognósticos e pesquisas eleitorais nas vésperas do pleito - já sinalizava uma conjuntura distante de uma unanimidade.

Em Caucaia, dos 23 vereadores eleitos, 18 fizeram parte da coligação do candidato derrotado, o ex-prefeito, Naumi Amorim (PSD). Em Juazeiro do Norte o cenário não é muito diferente. Apenas cinco vereadores, dentre os 21 eleitos em 2020, fazem parte da base do atual prefeito Glêdson Bezerra.

Além da ampla oposição numérica, as duas Casas serão presididas por opositores dos prefeitos. Dr. Tanilo (PDT), foi eleito o novo presidente da Câmara Municipal de Caucaia. O pedetista aliado de Naumi volta ao Legislativo após oito anos.

FORTALEZA, CE, BRASIL, 05.11.2020:  Debate com os  candidatos à prefeitura de Caucaia realizado pela Radio O POVO CBN - na foto Vitor Valim (Pros)  (Foto: Fco Fontenele/O POVO)
Foto: FCO FONTENELE
FORTALEZA, CE, BRASIL, 05.11.2020: Debate com os candidatos à prefeitura de Caucaia realizado pela Radio O POVO CBN - na foto Vitor Valim (Pros) (Foto: Fco Fontenele/O POVO)

"Estamos assumindo uma Câmara com muita responsabilidade, onde a maioria dos vereadores farão oposição ao atual prefeito Vitor Valim, mas a nossa intenção é fazer com que Caucaia continue a crescer e se desenvolver", destaca Tanilo.

Valim avalia que o diálogo entre os poderes é fundamental para o bem-estar da população. “O Poder Legislativo Municipal tem que funcionar em harmonia com o Executivo para que quem está na ponta, a população que mais precisa, possa ser cuidada”.

Tanilo Menezes foi eleito para presidir a Câmara de Caucaia
Foto: Divulgação
Tanilo Menezes foi eleito para presidir a Câmara de Caucaia

O presidente da Câmara adota discurso semelhante, afirmando que o diálogo entre os Poderes é o caminho mais "seguro e democrático", mas sem deixar de lado o papel de opositor.

"O meio termo seria nós, vereadores, votarmos em projetos favoráveis ao povo. Além de cobrar e fiscalizar, esse é o papel da Câmara Municipal", completa.

Glêdson adota cautela

 Glêdson Bezerra, prefeito de Juazeiro do Norte, foi empossado nesta sexta-feira, 1º
Foto: Tiago Sousa / Divulgação
Glêdson Bezerra, prefeito de Juazeiro do Norte, foi empossado nesta sexta-feira, 1º

Glêdson Bezerra, em Juazeiro, prefere aguardar o andamento dos seus primeiros dias de governo, antes de afirmar haver qualquer tipo de oposição no Legislativo.

"Não encaro a Câmara, ainda, com uma composição em sua maioria de opositores. Porque, efetivamente, o nosso trabalho ainda não começou. Nós teremos um tempo pra conversar com os legisladores e eu sempre me dei muito bem com todos. Vamos usar janeiro para fazer essa aproximação política".

Para o representante do Executivo, só após os primeiros diálogos será possível afirmar a composição de "opositores ou situacionistas em maioria". Em caso de um cenário desfavorável, Glêdson espera um Legislativo atuante.

O presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Darlan Lobo (PTB), foi procurado pela reportagem, mas não respondeu o contato até o fechamento desta página.

Tentativa de aproximação

Tanto em Juazeiro, quanto em Caucaia, Glêdson e Valim buscam uma mudança dos papéis construídos durante a campanha, quando embates com opositores foram uma constante. Ambos pregam a unificação entre os Poderes e eleitores, em prol do desenvolvimento.

“Temos muitos desafios para trazer o desenvolvimento e melhorias, mas hoje é dia de unificar a nossa cidade. Serei o prefeito de 100% dos caucaienses. Caucaia terá um prefeito e uma prefeitura que cuida das pessoas. É para isso que vou me dedicar e trabalhar todos os dias”, afirma Valim.

Glêdson reconhece as marcas deixadas pela corrida eleitoral, mas busca superar as divergências ainda existentes.

"Apesar de causar uma sensação de mal estar entre poder Executivo e Legislativo, da sensação de oposição ferrenha, eu não quero encarar dessa forma. Quero um Legislativo fiscalizador, atuante e que possa nos ajudar a encontrar as soluções para os problema que essa cidade enfrenta", conclui.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais