Reportagem

"Camilo tá com cara de senador, já", diz Lula no Ceará

Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Lula em entrevista coletiva após visitar o Porto do Pecém na companhia do governador Camilo Santana (Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Lula em entrevista coletiva após visitar o Porto do Pecém na companhia do governador Camilo Santana

Embora tenha "pisado em ovos" ao comentar situação política de 2022 no Ceará, o ex-presidente Lula (PT) destacou, durante viagem ao Estado, possível candidatura do governador Camilo Santana (PT) para o Senado Federal.

"Ainda nem perguntei para o Camilo o que ele vai ser. Ele tá com cara de senador já, mas não sei se ele quer ser senador", disse, provocando risos do próprio Camilo e de lideranças petistas presentes. A fala ocorreu no momento em que Lula avaliava qual deverá ser a postura do PT no Ceará para as eleições de 2022.

Atualmente, o comando local do partido opta majoritariamente por manter aliança com o PDT, apoiando um candidato indicado sob a chancela dos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT). Existe, no entanto, movimento tocado por petistas como o deputado Zé Airton Cirilo, que defende uma candidatura própria do partido para a sucessão de Camilo.

Durante a passagem de Lula pelo Ceará, Cirilo inclusive aproveitou diversos momentos das agendas para reforçar a tese da candidatura própria junto ao ex-presidente. Lula, no entanto, evitou tocar no assunto publicamente.

Destacando a possível candidatura do governador ao Senado, no entanto, Lula acabou reforçando a tese pró-aliança com o PDT, uma vez que petistas já estariam contemplados com a vaga do Senado na chapa da base aliada.. "O governador tem um compromisso de governar esse estado até o final de 2022, até 31 de dezembro. Ele pode sair antes, porque tem uma vice de confiança, coisa que nem todo governador tem".

"Não sei como o PT vai fazer aliança aqui, com quem vai fazer aliança aqui, mas, se depender da presidenta Gleisi (Hoffmann, deputada federal pelo Paraná), o PT tem que conversar com todo mundo aqui", disse.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais