CIDADES

CE tem, pelo menos, 125 casos de homicídios múltiplos registrados neste ano

SEGURANÇA Nos últimos cinco dias, três triplos homicídios foram registrados no Estado. Números, porém, são menores que os de 2020
Edição Impressa
Tipo Notícia Por

Os três casos de triplo homicídio ocorridos nos últimos cinco dias vieram a se somar a outros 122 casos de homicídios múltiplos ocorridos neste ano no Ceará. São, pelo menos, 111 casos de duplos homicídios, nove de triplos homicídios e cinco chacinas, crimes que deixaram quatro ou mais mortos.

O levantamento foi feito por O POVO a partir de pesquisa própria (referente ao mês de outubro) e dados fornecidos pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) através da Lei de Acesso à Informação (referentes ao período que vai de janeiro a setembro).

Ontem, no bairro Rodolfo Teófilo, foi registrado o mais recente caso, quando três homens foram assassinados a tiros por uma dupla no momento em que estavam em uma oficina mecânica. As vítimas foram identificadas como José Wellington Vieira e Silva, Josimar Vieira e Silva e José Iran da Costa. Nenhum suspeito havia sido preso até o fechamento desta edição.

Na segunda-feira, 25, um outro triplo homicídio foi registrado em Quixeré, no Vale do Jaguaribe. Três homens, com idades entre 19 e 20 anos, que não tiveram a identidade divulgada, foram mortos a tiros em uma residência do distrito de Pontal. Também não há suspeitos presos até o momento. E no sábado, 23, dois homens e uma mulher foram assassinados em uma casa no bairro Messejana. As vítimas foram identificadas como Ana Caroline Almeida Alves, de 27 anos, Valdenir de Sousa Pereira, de 27 anos, e Wesley Silva da Costa, de 34 anos.

Apesar da violência, o número de assassinatos com duas ou mais vítimas diminuiu em 2021 na comparação com 2020. No ano passado, 169 homicídios múltiplos haviam sido registrados até outubro. Em todo o ano de 2020, foram registrados 199 casos, sendo 175 duplos homicídios, 21 triplos homicídios e três chacinas.

As estatísticas de 2021, porém, seguem piores nesse quesito que em 2019, ano com o menor número de assassinatos no Ceará em toda a década. Naquele ano, até outubro, 76 homicídios múltiplos tinham sido registrados. Ao todo, foram 92 casos em 2019 — 82 duplos homicídios, nove triplos homicídios e uma chacina.

Em nota, a SSPDS destacou que, no geral, o ano de 2021 apresenta uma redução no número de assassinatos na comparação com 2020. Até 25 de outubro último, 2.660 pessoas haviam sido assassinadas no Estado, redução de 20,1% comparado com o mesmo período do ano passado, quando 3.331 pessoas haviam sido mortas.

A SSPDS também salientou que o Governo do Estado já investiu, desde 2015, cerca de R$ 4 bilhões em segurança pública. Mais recentemente, foi anunciado investimento de mais de R$ 120 milhões, por ano, para o pagamento de horas extras para policiais.

A pasta também lembrou que três das chacinas ocorridas neste ano foram elucidadas pela Polícia Civil: no São Gerardo (quatro morto) e em Boqueirão das Araras (cinco mortos), em Caucaia; e no Barroso (quatro mortos).

Homicídios múltiplos no Ceará

Ocorrências de
homicídios múltiplos

2019

Duplo homicídios: 82 casos

Triplo Homicídio: 9 casos

Chacinas: 1 caso

2020

Duplo homicídios: 175 casos

Triplo Homicídio: 21 casos

Chacinas: 3 casos

2021

Duplo homicídios: 111 casos

Triplo Homicídio: 8 casos

Chacinas: 5 casos

Quantidade de homicídios múltiplos por município

Duplos homicídios

2019

Fortaleza 23 casos

Caucaia 11 casos

Santa Quitéria 3 casos

Cascavel 3 casos

2020

Fortaleza 23 casos

Caucaia 23 casos

Maranguape 8 casos

Pacajus 6 casos

Aquiraz 6 casos

Sobral 6 casos

2021

Caucaia 20 casos

Fortaleza 15 casos

Aquiraz 6 casos

Maracanaú 4 casos

Sobral 4 casos

Triplos homicídios

2019

Fortaleza 3 casos

Sobral, São Gonçalo do Amarante, Canindé, São Bento, Maranguape e Guaiúba 1 caso

2020

Fortaleza 3 casos

Caucaia 2 casos

Itarema 2 casos

Maracanaú 2 casos

2021

Fortaleza 3 casos

Ubajara, Horizonte, Aquiraz, Independência, Cascavel e Quixeré 1 caso

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais