Logo O POVO Mais
Politica

Luizianne critica Sarto por tarifa do lixo: "Joga para o povo uma responsabilidade que sempre foi da prefeitura"

Adversária do pedetista nas eleições municipais de 2020, a parlamentar afirmou que o gestor, ao "alcançar o poder", em plena pandemia, concede ao povo "novas tafifas para pagar"
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Luizianne Lins respondeu a críticas do presidente do PSDB cearense (Foto: Beatriz Boblitz/Especial para O POVO)
Foto: Beatriz Boblitz/Especial para O POVO Luizianne Lins respondeu a críticas do presidente do PSDB cearense

A deputada federal Luizianne Lins (PT), usou as redes sociais para disparar críticas à gestão de José Sarto (PDT) na Prefeitura de Fortaleza após a aprovação da tarifa do lixo a ser cobrada na Capital. Adversária do pedetista nas eleições municipais de 2020, a ex-prefeita afirmou que o gestor ao "alcançar o poder", em plena pandemia, concede ao povo "novas tarifas para pagar". 

"Foram tantas promessas de melhorias na vida do povo. Agora que alcançaram o poder, em plena pandemia, quando o/a trabalhador/a mais precisa de ajuda, recebe em troca novas tarifas para pagar. A Prefeitura, quando autoriza a cobrança da 'Taxa de Lixo", está jogando para o povo uma responsabilidade que sempre foi sua", disse a deputada. 

Aprovada pela Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) e com previsão de implementação para até o 2º semestre, a tarifa de lixo de Fortaleza voltou ao debate local após informação de que deverá ser cobrada diretamente na conta de água dos fortalezenses. A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) afirmou, porém, que não existe ainda “nenhuma previsão” por parte da empresa para realizar a cobrança planejada pela Prefeitura de Fortaleza. 

Ex-candidata ao Executivo municipal, a petista acumulou rixas com Sarto durante a campanha eleitoral de 2020. No pleito, ela não poupou críticas ao postulante pedetista, bem como ao então prefeito Roberto Cláudio e aos líderes do grupo governista no Estado, os irmãos Ciro e Cid Gomes, todos do PDT. 

Quando candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne disse que recebeu ligação de Sarto propondo um “pacto de não agressão” entre os dois durante a campanha daquele ano. Apesar da proposta, a petista foi alvo em programas eleitorais do hoje prefeito.

Ela chegou a ser tachada, na campanha de Sarto, como "a pior prefeita do Brasil". A peça foi retirada do ar após decisão liminar da Justiça, que entendeu haver uma distorção de pesquisa feita em apenas 8 capitais, e não em todas as cidades do País.

Em entrevista à Rádio O POVO CBN, Sarto afirmou que nunca fez críticas pessoais à petista, mas à gestão executada pela ex-prefeita. Ele negou que tenha quebrado algum pacto de não agressão com a deputada federal. 

Atualmente, a parlamentar faz parte de ala do PT que, apesar da aliança com o PDT no Ceará, resiste à indicação de alguns nomes para disputar a cabeça de chapa pelo bloco na disputa à sucessão do governador Camilo Santana (PT).

Entre os nomes, está o de Roberto Cláudio. Junto ao deputado federal José Airton, ela é uma das entusiastas de uma possível candidatura própria do PT ao governo estadual. 

Confira a publicação de Luizianne Lins nas redes sociais:

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"