Reportagem Seriada

Eleições municipais: a alta temperatura política do Cariri

A pouco mais de um mês das convenções partidárias, os bastidores são de agitação nos três principais municípios da Região Metropolitana do Cariri
Episódio 17

Eleições municipais: a alta temperatura política do Cariri

A pouco mais de um mês das convenções partidárias, os bastidores são de agitação nos três principais municípios da Região Metropolitana do Cariri Episódio 17
Tipo Notícia Por

Espaço de eleições historicamente disputadas, o conglomerado de municípios conhecido popularmente como Crajubar é uma das joias mais bem avaliadas na coroa do mapa político do Ceará. O eixo passou a integrar em 2018 a lista dos 100 aglomerados urbanos com maiores PIBs do Brasil. Juazeiro do Norte, que nunca reelegeu um prefeito, possui o terceiro maior colégio eleitoral do Estado. Crato e Barbalha são municípios de médio porte nos quais a política também dá o tom dos dias com o aproximar das eleições municipais.

Na trinca de municípios protagonistas da Região Metropolitana do Cariri (RMC), várias pré-candidaturas às Eleições 2020 estão postas à espera das convenções partidárias do dia 31 de agosto a 16 de setembro, evento no qual as chapas são de fato formadas e que os quadros deixam o prefixo “pré” para finalmente se apresentarem ao eleitor como candidatos.

Os bastidores são de agitação enquanto o processo decisório oficial não chega. Antes filiado ao PP, o atual prefeito do Crato José Ailton Brasil foi engrossar as fileiras do PT para disputar a reeleição. A filiação dele foi fruto de negociação conduzida pelo deputado estadual Fernando Santana, o principal articulador do PT no Cariri. Ele contou com a participação do deputado federal José Guimarães, habilidoso na criação de entendimentos políticos.

José Ailton Brasil, prefeito do Crato, se filiou recentemente ao PT (Foto: Divulgação/AL-CE)(Foto: Divulgação/AL)
Foto: Divulgação/AL José Ailton Brasil, prefeito do Crato, se filiou recentemente ao PT (Foto: Divulgação/AL-CE)

“Quando o Camilo vem para o Cariri, o ‘QG’ dele é na residência de José Ailton. Disseram que um assessor de Camilo tinha ligado sexta à noite para matar uma galinha angolana lá, para ir no sábado. Pede para o José Ailton matar uma galinha sempre que vai lá”, disse uma fonte do Cariri ao O POVO, exemplificando o nível de amizade entre os dois. “A ida dele ao PT é obra de Camilo.

Com a tal “obra” de Camilo, o partido contabiliza agora 16 prefeituras no Ceará. Ailton Brasil sucedeu gestão mal avaliada de Ronaldo Gomes de Matos (PSC) e corre para reeleição em cenário de suposta tranquilidade. O ex-prefeito apoiará o candidato considerado como mais forte opositor, o médico Zé Adega (PSD), que também foi chefe do Executivo no município (1989-1992).

Dono de uma rádio na região, Adega dirige críticas cotidianas ao atual prefeito. “Pode ter percentual significativo. Ele tem o apelo popular com as classes menos favorecidas. Visitava essas comunidades praticamente todos os dias”, apontou outra fonte sobre o pré-candidato do PSD no Crato.

Outro prefeiturável no município, à direita, Aloísio Brasil (Pros) faz oposição ao primo e vai disputar o Executivo ancorado em Capitão Wagner (Pros), deputado federal postulante ao Paço Municipal em Fortaleza, e em Eduardo Girão, senador pelo Podemos. Aloísio é mais ligado a pautas conservadoras e deve reforçá-las junto ao eleitor na campanha.

 

Em Barbalha, Argemiro poupa Camilo,
mas ataca aliados: “Ninho de cobra”

Embora alegue ter relação institucional saudável com o governador Camilo Santana (PT), o prefeito de Barbalha Argemiro Sampaio (PSDB) sobe o tom quando o assunto são os aliados locais do petista. Questionado sobre a avaliação que faz do médico Guilherme Saraiva, pré-candidato de oposição pelo PDT (com o PT na vice), o tucano respondeu ser um “rapaz bom”, com a ressalva de que é “inexperiente”. E adicionou que o provável adversário está envolvido “num ninho de cobras”.

Argemiro Sampaio tentará reeleição enfrentando grupo liderado pelo governador Camilo Santana(Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução Argemiro Sampaio tentará reeleição enfrentando grupo liderado pelo governador Camilo Santana

A frase resvala por exemplo no vereador Vevé Siqueira (PT), quem concentra mais probabilidades de ser vice na chapa de Saraiva. Mira ainda nomes como o de Fernando Santana (PT), vice-presidente da Assembleia Legislativa (AL-CE) e concunhado do chefe do Executivo Estadual.

“Penso que o pré-candidato Saraiva impõe certo medo ao atual prefeito. Como o prefeito não fez nada do que prometeu em três anos e meio, tem agora um pré-candidato com disposição e coragem para mudar uma realidade triste na saúde municipal”, rebateu Fernando Santana.

O PT queria de início o deputado estadual na disputa em Juazeiro do Norte, mas ele não transferiu o título de eleitor para lá. Depois, o partido desejou que ele fosse o candidato da legenda em Barbalha.

Atualmente deputado estadual e vice-presidente da AL-CE, Fernando Santana foi cogitado para a disputa em Juazeiro do Norte(Foto: Júnior Pio/Divulgação AL-CE)
Foto: Júnior Pio/Divulgação AL-CE Atualmente deputado estadual e vice-presidente da AL-CE, Fernando Santana foi cogitado para a disputa em Juazeiro do Norte

Saraiva é estreante na política e dono do empreendimento Arajara Park, um complexo de diversão aquática. Como médico, foi diretor dos hospitais Santo Antônio e São Vicente e do Coração.

Quatro anos atrás, Fernando perdeu para Argemiro por 178 votos. O petista acredita que o pedetista poderá ter rendimento similar ao dele, já que é “um militante, esteve conosco nas últimas eleições. O pai dele já foi candidato a prefeito, vereador”. E acrescentou: “Tem dois campos em que ele atua muito bem: Saúde, tem estudo, e geração de emprego e renda.”

 

Fator Camilo Santana

O prefeito Argemiro afirmou que “se ele (Camilo) ficar contra mim, está ficando contra o povo mais pobre dessa cidade.” Ao que explicou que não está falando isso por querer o apoio dele. “O povo sabe que valeu a pena votar numa pessoa simples, pessoa do povo, um professor, pequeno empresário. Pude mostrar que trabalhei. Vale-gás, mutirão de cirurgia sem depender do SUS (Sistema Único de Saúde). (...) Faço live duas vezes por semana para escutar críticas e elogios”, argumenta.

Fernando Santana alega que já tentou viabilizar diálogo entre os dois executivos na tentativa de construir uma parceria mínima que, segundo o deputado, “não tem como existir,” Argemiro afirma que o governador recusou todos os pedidos que fez por audiência.

Sobre o nível de presença de Camilo na terra natal, o aliado respondeu que, “separando o governador do militante político e liderança Camilo, poderá atuar sim, orientando o pré-candidato, colocando para ele algum conselho.”

Em 2016, Fernando Santana teve Camilo Santana como principal apoio político na disputa em Barbalha, cidade natal do governador (Foto: Carlos Lourenço/Especial para O POVO)(Foto: CARLOS LOURENÇO)
Foto: CARLOS LOURENÇO Em 2016, Fernando Santana teve Camilo Santana como principal apoio político na disputa em Barbalha, cidade natal do governador (Foto: Carlos Lourenço/Especial para O POVO)

O tabu da reeleição: Juazeiro
a caminho do ineditismo?

Quem chegou próximo em 2016 de retirar a vitória do então candidato a prefeito de Juazeiro do Norte José Arnon Bezerra (PTB) foi o construtor Gilmar Bender (PDT). Ele ainda não decidiu, porém, se será o candidato do partido no pleito deste ano. Dirigente estadual da sigla, André Figueiredo afirma que o processo de conversas ainda transcorre. Segundo ele, “vamos discutir com todos da base do governador Camilo.”

Arnon Bezerra tentará uma inédita reeleição em Juazeiro do Norte(Foto: Agência Câmara)
Foto: Agência Câmara Arnon Bezerra tentará uma inédita reeleição em Juazeiro do Norte

Com a saída de Giovanni Sampaio (PSD) do governismo no município, a vaga de vice está aberta na chapa do prefeito Arnon Bezerra. O cenário em Juazeiro do Norte é de uma oposição fragmentada.

Além da possibilidade de Bender e Sampaio entrarem na disputa, existem as pretensões de Gledson Bezerra (Podemos), vereador; de Nelinho Freitas (PSDB), deputado estadual; de Gabriel Santana (PT), filho do ex-prefeito Dr. Santana (PT); além de Demonteiux Fernandes (Psol), Ana Paula Cruz (PSB) e Professor Aurélio Matias (PCdoB). Sampaio e Bezerra têm conversas visando a construção de uma chapa.


O “racha” pode favorecer a caminhada de Bezerra rumo a um inédito segundo mandato consecutivo. Juazeiro do Norte não é uma cidade afeita a continuísmos. Desde que a reeleição foi instituída nos municípios do Brasil, em 1997, nunca um prefeito de Juazeiro ganhou nas urnas o direito de mais quatro anos no poder.

Além de ter a máquina nas mãos, o que em partes favorece uma agenda eleitoral, Arnon Bezerra tem maioria dos 21 vereadores da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte. Somente os parlamentares Gledson Bezerra, Jackeline Gouveia, Tarson Magno, Demontier Agra e José Barreto costumam ir contra o Executivo. Assim, a maioria dos projetos de interesse da gestão são aprovados.

Essa notícia foi relevante pra você?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Conteúdo exclusivo

Saiba mais

Estamos disponibilizando gratuitamente um conteúdo de acesso exclusivo de assinantes. Para mais colunas, vídeos e reportagens especias como essas acesse sua conta ou assine O POVO +.

Logo O POVO Mais