Economia

Doses extras de estímulos à vacinação e à retomada econômica

|COMPORTAMENTO| Com quase 4 milhões de pessoas pendentes de tomar a segunda dose contra a Covid-19, empresas têm apostado em oferecer vantagens para estimular imunização
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
IMPRENSA Food Square oferece chope a vacinados (Foto: BARBARA MOIRA)
Foto: BARBARA MOIRA IMPRENSA Food Square oferece chope a vacinados

Estima-se que quase 4 milhões de brasileiros, vacinados com a 1ª dose da vacina contra a Covid-19, não retornaram para tomar a 2ª dose. Segundo a mais recente pesquisa do DataFolha sobre o assunto, 8% dos brasileiros não pretendem se imunizar, o que representaria mais de 26 milhões de pessoas.

LEIA TAMBÉM | Ceará tem 16,59% da população vacinada contra a Covid-19

Embora garantir a própria saúde e ajudar a combater os efeitos econômicos da pandemia já sejam, por si só, excelentes motivos para se imunizar, quem ainda está relutante em tomar a primeira dose ou não voltou na data marcada para tomar a segunda pode repensar a atitude e aproveitar a tendência crescente de empresas oferecem benefícios para clientes ou colaboradores, total ou parcialmente, imunizados.

As primeiras iniciativas no Brasil surgiram no mês passado, mas foi agora em julho com o avanço no ritmo de vacinação, a redução nas médias de casos e óbitos por Covid-19 e as flexibilizações da atividade econômica, que o movimento começou a ganhar mais força como tendência de mercado. São dignas de notas, experiências no Distrito Federal, no Amazonas, em Pernambuco e no Mato Grosso do Sul, estado onde o programa de imunização está mais avançado no País.

No último dia 16, a rede de fast food Domino's anunciou que daria uma pizza extra, toda segunda-feira, para quem comprovasse ter tomado a segunda dose de algum imunizante contra a Covid-19. Vale lembrar que estão sendo aplicadas no Brasil as vacinas Coronavac, Astrazeneca e Pfizer. Mais recentemente, o País também começou a receber lotes da Janssen, de dose única.

Há exatamente uma semana, foi a vez da seguradora Porto Seguro anunciar que vai oferecer, até o dia 31 de dezembro, descontos de 5% para quem tiver tomado uma dose de imunizante contra a Covid-19 e de 10% para duas doses ou com vacina de dose única no produto 'Vida do Seu Jeito'. "Entendemos que o lançamento desse benefício é uma maneira de incentivar que os segurados garantam sua proteção, reforçando ainda a importância da imunização para toda a sociedade", afirma Carlos Eduardo Gondim, diretor de Vida e Previdência da empresa.

No Ceará, algumas das primeiras iniciativas se deram com estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar filiados à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-CE), tais como Seu Zé Bodega, Cervejaria Turatti e Floresta Bar. As empresas ofereceram, no último fim de semana, de descontos em cervejas a chopes gratuitos para quem comprovasse ter se imunizado total ou parcial. De acordo com o presidente da Abrasel-CE, Taiene Righetto, "a vacinação é o caminho definitivo para tudo isso que estamos passando. E os restaurantes são um instrumento importante para ajudar a disseminar conhecimento".

Por sua vez, o complexo gastronômico Imprensa Food Square também está oferecendo de um a dois chopes gratuitos, de acordo com o número de doses de vacina contra a Covid-19 tomadas por seus clientes que frequentarem o 'Almoço Regional', realizado aos domingos, entre as 12h e as 15h. O proprietário do 'food park', Pedro Neto, lembra que a ideia surgiu ao ler uma notícia nas redes sociais sobre a expansão do programa de imunização no Estado para pessoas com mais de 18 anos.

"Vi que as pessoas estavam eufóricas e comentei que quem estivesse vacinado poderia ir no dia seguinte experimentar uma mini coxinha lá. Apareceu tanta gente que vi uma oportunidade de tornar algo mais permanente", conta. Sobre o movimento de outras empresas na direção do incentivo à vacinação, ele afirma que "com a adesão da população, a gente está realmente acreditando na recuperação. As pessoas querem voltar a sair de casa, mas com segurança".

Do ponto de vista do consumidor, essas iniciativas são vistas de forma positiva. A jornalista Airlly Barbosa, de 34 anos, diz que "essa perspectiva das marcas em se solidarizar com a vacinação das pessoas, oferecendo algum tipo de benefício, acaba de certa forma sendo um incentivo. Acho que vai ajudar muito na decisão de quem está resistente à vacina. Por exemplo, se eu sou uma pessoa muito apaixonada por viagens e não posso concorrer a uma promoção porque não estou vacinada, isso será um estímulo a me vacinar".

 

SAIBA MAIS SOBRE O CERTIFICADO NACIONAL DE VACINAÇÃO COVID-19

Quem pode utilizar?

Aqueles que tiverem concluído a vacinação (em duas doses ou dose única) e tiverem Registro de Imunobiológico Administrado enviado à Rede Nacional de Dados em Saúde

Como acompanhar o processo de registro?

Pela versão web ou pelo aplicativo ‘Conecte SUS Cidadão’. O prazo médio é de 10 dias, após concluído o ciclo vacinal

Como emitir?

No aplicativo ou na versão web do ‘Conecte SUS Cidadão’ buscar o ícone ‘vacina’ e clicar nele, checar as doses administradas, abrir o detalhamento das doses administradas e clicar no botão ‘emissão de certificação’

Quais informações são apresentadas no certificado?

Além de dados cadastrais do vacinado, o documento traz informações sobre o próprio certificado e sobre as doses de vacinas administradas e pode ser emitido nos idiomas inglês e espanhol, além do português

Como autenticar o documento?

O certificado pode ser autenticado utilizando o código de 16 dígitos ou QR Code autenticado no documento.

O certificado pode ser utilizado para comprovar imunização em viagens internacionais?

No momento, o documento é válido somente em território nacional, mas alguns países estão aceitando como comprovante de imunização

Mais dúvidas?

Acesse a seção ‘Fale com Conecte SUS’ no aplicativo no na versão web

Fonte: ConcteSUS

 

NÚMEROS DA VACINAÇÃO NO BRASIL*

45,08% da população brasileira (95.480.308) com uma dose

17,73% da população brasileira (37.549.091) com duas doses ou dose única

40,7% da população cearense (3.744.209)

16,45% da população cearense (1.511.401) com duas doses ou dose única

*Dados até o dia 26 de julho

Fonte: Governo do Ceará e Ministério da Saúde

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais