Vida & Arte

Do sobrenatural ao trash: cineastas indicam obras de terror

Marcando este 31 de outubro, nomes ligados ao terror - seja na produção, seja na pesquisa - indicam obras audiovisuais imperdíveis que elaboram diferentes frentes do gênero
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Ícone do terror brasileiro, o personagem Zé do Caixão, de José Mojica Marins, tem filmes disponíveis no streaming Belas Artes à La Carte. Na imagem, cena do longa 'Esta Noite Encarnarei no teu Cadáver' (Foto: reprodução)
Foto: reprodução Ícone do terror brasileiro, o personagem Zé do Caixão, de José Mojica Marins, tem filmes disponíveis no streaming Belas Artes à La Carte. Na imagem, cena do longa 'Esta Noite Encarnarei no teu Cadáver'

"Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay", afirma um ditado popular espanhol - em português, a tradução seria algo como "não acredito em bruxas, mas que existem, existem". Equilibrando-se entre a crença e a descrença, a frase se liga ao fascínio que o terror exerce no público. Sobrenatural, slasher, psicológico ou trash, o gênero é uma das principais marcas do 31 de outubro. O fato se dá por conta da popularização da cultura do Halloween, ou Dia das Bruxas, data que guarda origens pagãs e cristãs e, hoje, é sinônimo de fantasias, comemorações e sustos. Pensando em ampliar as visões e marcar o dia, o Vida&Arte convidou cinco nomes ligados ao audiovisual do gênero para listarem sugestões de obras de terror inesquecíveis. De clássicos a novos clássicos, produções brasileiras a estrangeiras, abordagens mais diretas a outras mais sugeridas, de facilmente disponíveis a outras não, Alisson Severino, Ana Francelino, Beatriz Saldanha, Noá Bonoba e PH Diaz dividem destaques e sugestões de obras que passeiam por propostas de interesse para qualquer pessoa interessada pelo estilo.

Alisson Severino

Corra!, de Jordan Peele (2017)

'Corra!', de Jordan Peele, elabora o racismo estrutural em elementos de cinema de terror, como aponta o realizador Alisson Severino(Foto: divulgação)
Foto: divulgação 'Corra!', de Jordan Peele, elabora o racismo estrutural em elementos de cinema de terror, como aponta o realizador Alisson Severino

Onde: iTunes, Google Play, Claro Vídeo e Now

Lembro da expectativa para assistir "Corra!" de Jordan Peele. Assim que soube do filme fui procurar mais informações e encontrei uma entrevista onde ele dizia se tratar pura e simplesmente de um filme de terror sobre a experiência das pessoas negras no mundo racista. Passei horas dizendo para mim mesmo: Ele fez isso! Ele realmente fez isso! E de fato estava tudo lá quando assisti.

Racismo é sobre poder e diversas metáforas sobre esse poder estão em "Corra!": o rapto dos corpos negros, a perda de poder sobre as próprias histórias e o esquecimento materializado são alegorias de um trauma profundo que não pode ser ignorado. O racismo estrutural elaborado em elementos de cinema de terror torna "Corra!", para mim, um filme necessário.

Mais sugestões

O que ficou para trás, de Remi Weekes (2020)

'O Que Ficou Para Trás' é a estreia do diretor britânico Remi Weekes e apresenta um casal de refugiados do Sudão do Sul que tenta se ajustar a uma pequena cidade inglesa que possui um terrível mal escondido(Foto: divulgação)
Foto: divulgação 'O Que Ficou Para Trás' é a estreia do diretor britânico Remi Weekes e apresenta um casal de refugiados do Sudão do Sul que tenta se ajustar a uma pequena cidade inglesa que possui um terrível mal escondido

Onde: Netflix

Midsommar, de Ari Aster (2019)

Um casal viaja até a Suécia para participar de um festival de verão e se vê envolvido em uma violenta adoração pagã(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Um casal viaja até a Suécia para participar de um festival de verão e se vê envolvido em uma violenta adoração pagã

Onde: Prime Video, Now, Claro Vídeo, Microsoft Store, Looke, Google Play e iTunes

Nós, de Jordan Peele (2019)

Onde: Netflix, Claro Vídeo, Google Play e iTunes

A Bruxa, de Robert Eggers (2015)

Com Anya Taylor-Joy, 'A Bruxa' observa um casal cristão com cinco filhos no século 17 que entra em histeria religiosa quando o bebê recém-nascido desaparece(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Com Anya Taylor-Joy, 'A Bruxa' observa um casal cristão com cinco filhos no século 17 que entra em histeria religiosa quando o bebê recém-nascido desaparece

Onde: Telecine, Globoplay, Now, Claro Vídeo, Google Play e iTunes

Alisson Severino é realizador. Dirigiu "Inimigo" (inédito)

Leia também | Confira matérias e críticas sobre audiovisual na coluna Cinema&Séries, com João Gabriel Tréz

Ana Francelino

Rodson ou (Onde o Sol não tem Dó), de Cleyton Xavier, Clara Chroma e Orlok Sombra (2020)

Longa cearense do Coletivo Chorumex, 'Rodson ou (Onde o Sol Não Tem Dó)' participou da 24ª Mostra de Tiradentes(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Longa cearense do Coletivo Chorumex, 'Rodson ou (Onde o Sol Não Tem Dó)' participou da 24ª Mostra de Tiradentes

Onde: Embaúba Play

"Rodson ou (Onde o Sol não tem Dó)", apesar de não ser exatamente um filme de terror, supre a mesma sensação de filmes do gênero. Sensação essa que é quase impossível registrar em palavras de forma equivalente. Para entender, é preciso acreditar, é tudo verdade. Monstras Hipermidiáticas, Duendes Hackers, Ogros Tecnofóbicos, Vampires HDR e Bruxas Cyborgs (elas sobreviveram!) se manifestam subitamente nas redes tecnológicas e habitam uma Fortaleza cheia de labirintos vivos que se alimentam de corpos transcodificados. Todas as obras indicadas aqui retratam a fuga dessa Fortaleza e são ficções. Qualquer semelhança com a coincidência é mera realidade. Feliz dia das Bruxas! P.S.: "Ânimo, valentia, coragem." (Karina Buhr e Max B.O. - Filme de Terror)

Mais sugestões

O Monstro Dentro de Você, de Danny Perez (2016)

'O Monstro Dentro de Você', protagonizado por Natasha Lyonne, mistura comédia e horror em trama sobre mulher que descobre uma estranha doença(Foto: divulgação)
Foto: divulgação 'O Monstro Dentro de Você', protagonizado por Natasha Lyonne, mistura comédia e horror em trama sobre mulher que descobre uma estranha doença

Onde: Prime Video, Looke, Net Movies e YouTube

País da Violência, de Sam Levinson (2018)

'País da Violência' é dirigido por Sam Levinson, criador da série 'Euphoria'(Foto: Courtesy of Sundance Institute)
Foto: Courtesy of Sundance Institute 'País da Violência' é dirigido por Sam Levinson, criador da série 'Euphoria'

Onde: iTunes, Google Play, Claro Vídeo e YouTube

Além da Imaginação, de Simon Kinberg, Jordan Peele e Marco Ramirez (2019)

Onde: Prime Video

Titane, de Julia Ducournau (2021)

Onde: estreia em breve na Mubi

Ana Francelino tem especialização em Realização Audiovisual na Escola Pública Vila das Artes. Dirigiu "Espavento"

Beatriz Saldanha

O enigma do mal, de Sidney J. Furie (1982)

De Sidney J. Furie, 'O Enigma do Mal' foi lançado em 1982 e traz trama parapsicológica(Foto: divulgação)
Foto: divulgação De Sidney J. Furie, 'O Enigma do Mal' foi lançado em 1982 e traz trama parapsicológica

Baseado em um romance do autor Frank De Felitta, conta a história de Carla Moran (Barbara Hershey), uma mulher da classe trabalhadora que cria três filhos sozinha. Certa noite, ela chega em casa do trabalho e, subitamente, é atacada sexualmente por uma entidade que não consegue ver, mas é capaz de sentir. Os ataques persistem e, depois que a ajuda psicológica falha em ajudá-la, ela busca socorro em estudiosos da parapsicologia. Horror profundamente dramático e comovente, é uma tour-de-force de Barbara Hershey, que acaba de retornar ao gênero em "A mansão" (2021). Relegado a segundo plano por ter sido lançado no mesmo ano de "Poltergeist: o fenômeno" (1982), poucas vezes se viu uma narrativa de horror tão intensa, pontuada por uma trilha sonora mordaz que mais lembra pancadas ritmadas. Sem dúvida, uma experiência horrorífica inesquecível.

Mais sugestões

A tortura do medo, de Michael Powell (1960)

No clássico 'A Tortura do Medo', de Michael Powell, um jovem assassina mulheres para filmar suas expressões de terror(Foto: divulgação)
Foto: divulgação No clássico 'A Tortura do Medo', de Michael Powell, um jovem assassina mulheres para filmar suas expressões de terror

Onde: Belas Artes à La Carte

O gato preto, de Kaneto Shindô (1968)

Duas mulheres são atacadas e mortas por soldados samurais e retornam como espíritos em busca de vingança no longa de Kaneto Shindô, reconhecido pelas obras de terror(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Duas mulheres são atacadas e mortas por soldados samurais e retornam como espíritos em busca de vingança no longa de Kaneto Shindô, reconhecido pelas obras de terror

O cremador, de Juraj Herz (1969)

Na obra tchecoslovaca 'O Cremador', um homem de família é atraído por ideias nazistas(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Na obra tchecoslovaca 'O Cremador', um homem de família é atraído por ideias nazistas

Onde: DAFilms.com

O ritual dos sádicos (ou O Despertar da Besta), de José Mojica Marins (1970)

Clássico dirigido, escrito e protagonizado por José Mojica Marins, 'O Ritual dos Sádicos' (também conhecido como 'O Despertar da Besta') está disponível em plataformas(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Clássico dirigido, escrito e protagonizado por José Mojica Marins, 'O Ritual dos Sádicos' (também conhecido como 'O Despertar da Besta') está disponível em plataformas

Onde: Prime Video, Looke, NetMovies e Belas Artes à La Carte

Beatriz Saldanha é crítica, pesquisadora e realizadora especializada em filmes de horror (@revistalesdiaboliques). Dirigiu Jérôme: Um Conto de Natal", segmento do filme "Antologia da Pandemia" 

Noá Bonoba

Possessão, de Andrzej Zulawski (1981)

A francesa Isabelle Adjani ganhou prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes por 'Possessão' (1981)(Foto: divulgação)
Foto: divulgação A francesa Isabelle Adjani ganhou prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes por 'Possessão' (1981)

Penso que essa obra contém uma das melhores interpretações que a linguagem cinematográfica já produziu. O trabalho de Isabelle Adjani é de uma entrega completa em um registro extremamente desafiador e anti-naturalista. A força de sua atuação na cena do metrô é uma das experiências mais inomináveis que já vivi.

Mais sugestões

Possuídos, de William Friedkin (2006)

Um homem e uma mulher se isolam em um quarto e descobrem uma gigantesca infestação de insetos neste terror de William Friedkin, mesmo diretor de 'O Exorcista'(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Um homem e uma mulher se isolam em um quarto e descobrem uma gigantesca infestação de insetos neste terror de William Friedkin, mesmo diretor de 'O Exorcista'

Os outros, de Alejandro Amenábar (2001)

Nicole Kidman é uma mãe de dois filhos fotossensíveis que se isola em uma misteriosa casa numa ilha à espera do marido combatente da 2ª Guerra Mundial em 'Os Outros'(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Nicole Kidman é uma mãe de dois filhos fotossensíveis que se isola em uma misteriosa casa numa ilha à espera do marido combatente da 2ª Guerra Mundial em 'Os Outros'

Onde: Claro Vídeo e iTunes

Assassinos por natureza, de Oliver Stone (1994)

'Assassinos Por Natureza' apresenta um casal marcado por traumas na infância tornam-se assassinos em série(Foto: divulgação)
Foto: divulgação 'Assassinos Por Natureza' apresenta um casal marcado por traumas na infância tornam-se assassinos em série

Onde: Telecine, Globoplay, Belas Artes à La Carte, Google Play e Microsoft Store

Nós, de Jordan Peele (2019)

Onde: Netflix, Claro Vídeo, Google Play e iTunes

Noá Bonoba é realizadora, atriz e pesquisadora. Dirigiu "Nebulosa", com Bárbara Cabeça

PH Diaz

Execução, de Brillante Mendoza (2009)

Realizador PH Diaz destaca 'clima claustrofóbico' do horror filipino 'Kinatay', de Brillante Mendoza(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Realizador PH Diaz destaca 'clima claustrofóbico' do horror filipino 'Kinatay', de Brillante Mendoza

"Execução" talvez seja um dos melhores filmes de terror que já assisti na vida. Tudo é muito cru. Na capital da Filipinas, um jovem pai, pobre, recém-casado e estudando para se tornar um policial faz pequenos golpes para poder se sustentar.

Numa noite qualquer, ele é chamado para uma operação, uma missão com os fora-da-lei para quem ele faz bico. A partir daí, o que se vê em tela é uma completa descida ao inferno. De forma crua e totalmente documental, o diretor nos presenteia com um clima claustrofóbico e sem volta, como o personagem se vê. Ganhou o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes, em 2009, com direito a uma carta elogiando o trabalho de direção. É um filme difícil de rever.

Mais sugestões

Borgman, de Alex van Warmerdam (2013)

Um homem misterioso se faz ser aceito numa casa de uma família de classe alta e acaba prejudicando a vida dos anfitriões no longa holandês(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Um homem misterioso se faz ser aceito numa casa de uma família de classe alta e acaba prejudicando a vida dos anfitriões no longa holandês

O ritual dos sádicos (ou O Despertar da Besta), de José Mojica Marins (1970)

Onde: Prime Video, Looke, NetMovies e Belas Artes à La Carte

O Animal Cordial, de Gabriela Amaral Almeida (2018)

O dono, a equipe e os clientes de um restaurante de classe média precisam lidar com um assalto ao local (Foto: divulgação)
Foto: divulgação O dono, a equipe e os clientes de um restaurante de classe média precisam lidar com um assalto ao local

Onde: Netflix, Globoplay, Google Play, iTunes, Microsoft Store e Looke

O Despertar dos Mortos, de George Romero (1978)

Após os acontecimentos de 'A Noite dos Mortos-Vivos' (1968), que mostra o início de uma epidemia de zumbis nos EUA, um grupo se refugia em um shopping local para tentar escapar(Foto: divulgação)
Foto: divulgação Após os acontecimentos de 'A Noite dos Mortos-Vivos' (1968), que mostra o início de uma epidemia de zumbis nos EUA, um grupo se refugia em um shopping local para tentar escapar

Onde: Oldfix

PH Diaz é realizador. Dirigiu "O Vigia", com Priscila Smiths

"Zé do Caixa" ganha novos filmes nos Estados Unidos e México

Para se aprofundar em Zé do Caixão

Duplamente citado nas listas, o cineasta José Mojica Marins (1936-2020) é criador do principal personagem do terror brasileiro: o Zé do Caixão. Com o anúncio de remakes estrangeiros de sua obra, vale se aprofundar no universo do cineasta. O Belas Artes à la Carte disponibiliza 9 filmes do diretor no streaming.

Leia também | Crônica de PH Diaz: Memórias de quando conheci o Zé do Caixão 

Também é possível encontrar produções de Mojica Marins em outras plataformas, como Looke, NetMovies e iTunes. Confira!

A Sina do Aventureiro (1958)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964)
Onde: Looke, Telecine, Globoplay, NetMovies, Belas Artes à La Carte, Now

Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte, Now

O Estranho Mundo de Zé do Caixão (1968)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

Finis Homis (1971)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

A Estranha Hospedaria dos Prazeres (1976)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

Inferno Carnal (1977)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

Delírios de um Anormal (1978)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

Demônios e Maravilhas (1987)
Onde: Looke, NetMovies, Belas Artes à La Carte

As Fábulas Negras (2015)
Onde: Pluto TV, iTunes, Looke

Opções em streaming, cinema e TV

Em cartaz

As salas de cinema trazem diferentes opções que se relacionam com o terror, como a animação "A Família Addams 2: Pé Na Estrada", o terror "Espíritos Obscuros" e "Halloween Kills: O Terror Continua".

Mubi

O especial "Flick or treat: Halloween Horror" reúne 15 produções marcantes do suspense e terror, de clássicas a contemporâneas.

SPACE

O canal vem comemorando o Halloween na faixa Festival Horrorama, que chega ao fim hoje. Neste domingo, 31, serão exibidos "Annabelle 2: A Criação do Mal" (17h15), "A Freira" (19h25), "O Cemitério das Almas Perdidas" (21h20), "Cabrito" (23h05) e "Olhos Famintos 3" (00h35).

Globoplay

Plataforma disponibiliza todos os episódios da 2ª temporada de "Evil - Contatos Sobrenaturais" e, ainda, os filmes "Lacuna", "DNA Assassino", "Desprotegida", "Infidelidade" e "O Labirinto", além dos sucessos "Apocalipse Zumbi" e "It: A Coisa"

Paramount+

Plataforma disponibilizou diversas produções de terror, como a 2ª temporada da série "Creepshow", "Hellraiser: Revelações", "Guerra Mundial Z", "Atividade Paranormal" e "Regressão", além de produções que podem ser vistas com crianças.

Telecine

Tanto na TV quanto no streaming, a Telecine irá oferecer diversas produções para comemorar o Dia das Bruxas. A programação iniciou na madrugada deste domingo, 31, e exibirá nos canais Cult e Pipoca filmes como “Maria e João: O Conto das Bruxas”, “Freaky - No Corpo de um Assassino”, “Nosferatu”, “Carrie, A Estranha” e “À Meia-Noite Levarei Sua Alma”, de José Mojica Marins. A plataforma conta com todos os filmes exibidos na TV, além de clássicos como “A Morte Lhe Cai Bem” e “The Rocky Horror Picture Show” e das cinelists “Para Não Assistir Sozinho” e “Blumhouse”, com longas da famosa produtora de terror.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais